PUB

Sociedade

Um cabo-verdiano no grupo de funcionários judiciais «expulsos» de Timor

Pelo menos um magistrado cabo-verdiano está no grupo de funcionários judiciais internacionais que recebeu ordens do governo de Timor Leste para abandonar o país. Em Díli trabalham cinco magistrados cabo-verdianos ligados ao Ministério Público.
Neste grupo estão incluídos sete portugueses: cinco juízes, um procurador e um oficial da Polícia de Segurança Pública.
Uma resolução do Conselho de Ministros timorense, publicada em Jornal da República, ordena aos Serviços de Migração que expulsem, no prazo de 48 horas após a notificação, os funcionários judiciais internacionais que se encontram no país.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top