PUB

Cultura

“Mr. Magic” ataca a maior sala de espectáculos de Portugal

O cantor Nelson Freitas estreia-se no maior palco de música de Portugal – o antigo Pavilhão Atlântico, actual Meo Arena – já na próxima semana. O “Mister Magic” torna-se assim no primeiro cabo-verdiano a actuar num palco onde já passaram nomes como Beyoncé e Rihanna.
O “Elevate Tour” chega, assim, a mais um grande palco de Portugal. Depois do Coliseu de Lisboa, que lotou por completo, Nelson Freitas vai dar um concerto na maior sala de espectáculos de Portugal – Meo Arena – antigo Pavilhão Atlântico, no Parque das Nações, em Lisboa, na sexta-feira da próxima semana, dia 28 de Novembro.
Um espectáculo que, segundo Nelson Freitas, está a ser preparado com muita dedicação para que aconteça em grande. “Estamos a trabalhar arduamente e a fazer tudo o que é possível e que está ao nosso alcance para que seja mesmo um grande espectáculo, melhor do que o que fizemos no Coliseu dos Recreios. É um grande trabalho de logística porque são muitos artistas convidados”.
Para animar a festa, o “Mister Magic”, que gosta de ter outros artistas amigos por perto, convidou os cabo-verdianos Sara Tavares, Tito Paris, Miká Mendes, Dino d’Santiago e Boss AC, para darem “aquele toque e sonoridade” especial ao show e ainda os companheiros angolanos Yuri da Cunha e Anselmo Ralph, confirmando uma irmandade dos países lusófonos.
AMADURECIMENTO NA CARREIRA
Todos os detalhes estão a ser vistos ao pormenor para que tudo corra pelo melhor. “Há muita responsabilidade para que tudo corra bem e toda a gente saia satisfeito: fãs e artistas. Isso é o principal: dar um espectáculo memorável e inesquecível”, diz.
O show está a ser preparado há mais de seis meses, segundo revela o artista ao A NAÇÃO. “É um trabalho muito intenso e difícil. Há 30 pessoas a trabalhar a tempo inteiro, mas no dia estarão envolvidas muitas mais”.
Desde a última grande entrevista a este semanário, Nelson Freitas não tem parado. Com uma agenda cheia de shows pelo mundo inteiro. Questionado se no Meo Arena vai  provar que ainda “tem mel”, o cantor revela que é muito mais do que isso.
“A intenção é mostrar o quanto a minha carreira e a minha música cresceram e evoluíram. Por isso, convidei músicos que tanto respeito e que sempre segui como Sara Tavares ou Tito Paris e, portanto, poder partilhar o palco com eles num espectáculo meu é um sonho ou realização que vai muito além do Bo tem mel”.
ESPECTÁCULO À ALTURA DA SALA
Entretanto, para o show do dia 28, Nelson Freitas garante que está preparado para enfrentar o grande público que vai estar presente e acostumado à apresentação de grandes nomes da música internacional. Por isso, quer colocar o seu espectáculo no mesmo patamar e que espera casa cheia.
“É sempre difícil dizer o que se espera, mas espero que tenhamos casa cheia e o mais importante que deus nos abençoe com um bom show e que as pessoas sintam que valeu a pena pagar por ele, e que voltem quando eu fizer outro espectáculo”.
DOCUMENTÁRIO DA SIC
Para além desse “grande” passo na sua carreira, Nelson Freitas gravou recentemente na Holanda um documentário pelo canal português SIC e que deixa o artista de origem cabo-verdiana muito feliz. “É um passo muito grande também para a minha carreira ter a SIC de Portugal a fazer um documentário sobre mim”, diz. Esse interesse, conforme acredita, “significa que o meu está a ter o respeito e o reconhecimento dos média e do público”, mostrando que é “aceite no mercado”.
Enquanto isso, Nelson Freitas continua com o “Elevate Tours” na Europa e a ultimar o DVD Live no Coliseu dos Recreios com a assinatura da Sony. Mas, confessou ao A NAÇÃO, que tal como os grandes artistas, já escolheu as seis mudas de roupa que deverá usar no dia do show.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top