PUB

Economia

Cai o pano sobre a FIC: empresários dão nota positiva

Terminou na noite deste Domingo, 23, a XVIII Edição da FIC. Os empresários dão nota positiva e elogiam a organização.
Chegou ao fim mais uma edição da Feira Internacional de Cabo Verde (FIC 2014). No cair do pano sobre o certame que reuniu 204 stands, mais de uma centena de empresas e instituições de 18 países diferentes e delegações da CEDEAO e outros países africanos, os empresários e homens de negócio fazem um balanço positivo.
Emanuel Rocha da empresa Arquipélago Internacional, há vários anos em Cabo Verde a trabalhar no ramo alimentício garante que além da promoção dos produtos, a feira correu muito bem em termos empresariais e de negócios.
“Acreditamos que este ano foi a melhor edição de todas as Fic´s. Vimos que este ano tem mais expositores e vieram também mais clientes nossos. Sobretudo mais empresários de outros países de África que mostraram interesse nos nossos produtos”, garantiu ao A Nação.
Por isso, Rocha acredita que a empresa conseguiu “abrir uma porta para outros países em África e não somente Cabo Verde”.
Inclusive, foram convidados a visitar outros países para fazer contactos e efetivar melhor as oportunidades geradas pela FIC, como Gana, Senegal, Moçambique e Costa do Marfim.
Numa ronda do A Nação online pela FIC, a palavra de ordem era mesmo a satisfação, com rasgados elogios à organização do evento, que este ano esteve a cargo de uma Comissão ah-doc formada pelo sector público e privado, com representantes do Governo e Câmaras do Comércio de Barlavento e Sotavento e conta com um vasto cartaz, incluindo a componente cultural.
Para além da exposição em si, a feira que arrancou na passada quarta-feira, 19, contou com várias actividades. workshops, conferências e rodadas de negócios, entre outras. GC

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top