PUB

Política

BAD: Cristina Duarte pede mais uma vez o apoio do PR

Os chefes de Estado da CEDEAO (Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental), que se reuniram nos últimos dias, em Abuja (Nigéria), deram indicações de quererem apoiar a candidatura do nigeriano Akinwumi Adesina à presidência do Banco Africano do Desenvolvimento (BAD), sacrificando os até agora favoritos Cristina Duarte, ministra das Finanças de Cabo Verde, e o maliano Birama Sidibé.
Cristina Duarte, que foi recebida esta sexta, pelo Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, com este tema ma agenda, desdramatiza o lobby da Nigéria.
“Para mim está a ser um processo de aprendizagem, mas eu penso que está a ser um processo de aprendizagem para o país”, enfatizou a ministra das finanças, candidata ao cargo de presidente do BAD.
Cristina Duarte diz, no entanto, que “com essas movimentações da Nigéria, temos que entender que são as regras do jogo. A Nigéria está a fazer aquilo que deve fazer para defender a sua candidatura e nós vamos fazer o que temos que fazer para defender a candidatura cabo-verdiana”.
No que diz respeito á tentativa da Nigéria em conseguir o apoio da CEDEAO “é normal, é a regra do jogo”, frisou a ministra afirmando que Cabo Verde “conseguiu neutralizar esta pretensão da Nigéria, dizendo que a CEDEAO tem que se pautar pelo principio da solidariedade, mas que ainda é cedo para se avançar com uma candidatura de consenso”.
A candidata cabo-verdiana à presidência do Banco Africano do Desenvolvimento foi informar ao Presidente Jorge Carlos Fonseca dos contactos já efectuados e pedir a renovação do seu apoio institucional
A ministra cabo-verdiana das Finanças anunciou a 6 de Outubro último a sua candidatura à presidência do Banco Africano de Desenvolvimento. As eleições estão previstas para Maio de 2015.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top