PUB

Mundo

Papa defende que é preciso servir os mais fracos

O papa Francisco defendeu esta quarta-feira a necessidade de colocar no “centro das preocupações” os mais desfavorecidos e apelou a que as pessoas “sirvam os mais fracos” em vez de se servirem deles.
“É preciso um grande ato de liberdade cristã para ter a coragem de proclamar, na nossa cidade, que é preciso defender os pobres e não defendermo-nos dos pobres. É preciso servir os mais fracos e não servirmo-nos deles”, defendeu o pontífice durante a homilia realizada na Basílica de São Pedro no último dia do ano.
Francisco presidiu hoje à cerimónia das Vésperas e do “Te Deum”, uma tradição iniciada pelo papa Paulo VI e que se tornou habitual no dia 31 de dezembro. Na qualidade de Bispo de Roma, aludiu ao escândalo de corrupção ao estilo da máfia desvendado recentemente no âmbito do Conselho Capitolino.
“Os graves atos de corrupção, recentemente divulgados, exigem uma séria e consciente conversão nos corações para o renascimento espiritual e moral e para um renovado compromisso que construa uma cidade mais justa e solidária”, disse, defendendo que “quando a sociedade ignora os pobres, os persegue e criminaliza, obriga-os a unirem-se à máfia”.
Fonte: Observador

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top