PUB

Política

Narcotráfico e criminalidade organizada “são as principais ameaças ao Estado de Direito Democrático” – PM

O primeiro-ministro considerou, esta terça-feira, numa conferência para assinalar o 13 de janeiro, Dia da Liberdade e da Democracia, que, neste momento, o narcotráfico e a criminalidade organizada são as principais ameaças ao Estado de Direito Democrático em Cabo Verde.
Foi o primeiro pronunciamento público de José Maria Neves desde que o seu filho mais velho sofreu uma tentativa de homicídio na noite do dia 30 de Dezembro, sem, contudo, abordar este caso em concreto. Mas falou do homicídio da mãe da inspetora da Polícia Judiciária Cátia Tavares e das ameaças aos magistrados e agentes da Polícia Judiciária.
“Quando um agente de autoridade participa numa acção de combate ao narcotráfico e há uma reação da criminalidade organizada, significa que esses grupos organizados querem condicionar a polícia para não agir em relação ao combate ao narcotráfico”, realçou.
O chefe do executivo frisou ainda que “se o Governo tem uma acção incisiva decisiva em relação ao combate ao narcotráfico e há uma reação da criminalidade organizada, é por que os grupos organizados querem condicionar a ação do Governo e querem condicionar a ação do Estado de Direito”.
O primeiro-ministro garantiu que o Governo vai reforçar a segurança nacional e anunciou que, doravante, vai haver melhor articulação entre as instituições que lidam com a questão da segurança nacional.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top