PUB

Mundo

Sede do Charlie Hebdo transforma-se em memorial

A entrada do edifício da redação do Charlie Hebdo transformou-se num memorial. Uma semana depois ainda há jornalistas, polícias e muitas pessoas que passam e deixam flores, velas, lápis e mensagens.
Sentada na cadeirinha, a criança pergunta insistentemente ao pai: “O que se passou aqui?”. Ele não responde. Tem o olhar preso às mensagens, flores, velas e lápis deixados no local onde o polícia Ahmed Merabet foi barbaramente assassinado há uma semana, perto da sede da redação do Charlie Hebdo, em Paris, França.
O pequeno memorial, protegido por um gradeamento, na Boulevard Richard Lenoir, fica a escassos metros do local onde o Charlie Hebdo estava instalado à data do atentado dos dois irmãos Kouachi. Uma semana depois, ainda há um reforço policial no bairro. “Le monde est trop grand pour tenir dans une seule verité”, ou, “O Mundo é grande demais para caber numa só verdade”, lê-se numa das mensagens.
Na Rue Nicolas Appert, a da sede do Charlie Hebdo, há ainda câmaras de televisão instaladas. Jornalistas fazem diretos à porta do edifício onde estavam os 10 elementos da equipa do Charlie Hebdo que foram assassinados. Há mensagens emocionadas, muitas flores, desenhos e lápis. “Les droits de l’homme sont inaliénables. La liberté d’expression est inmortelle. La femme et l’homme sont égaux” ou “Os direitos do homem são inalienáveis. A liberdade de expressão é imortal. A mulher e o homem são iguais”, lê-se numa das mensagens coladas numa parede – a mesma onde alguém colou uma espécie de placa identificativa da rua com o nome: Praça da Liberdade de Expressão.
Há pessoas que chegam e, em silêncio, deixam flores. Acendem velas. Outras soltam gargalhadas, consequência de algumas mensagens repletas de humor. A homenagem cumpre hoje, quarta-feira, precisamente uma semana sobre a tragédia, dia em que o jornal satírico voltou às bancas.
Fonte: Observador

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top