PUB

Política

JPAI preocupada com desemprego

A Juventude do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (JPAI) está preocupada com o desemprego, entre os jovens, ao mesmo tempo que quer reforçar e imprimir uma nova dinâmica de funcionamento às suas estruturas. Vanusa Cardoso, presidente dos “jotas” tambarinas, acredita que este vai ser um ano de importantes desafios.
Vanusa Cardoso, em conversa com o A NAÇÃO, assegurou que a JPAI está, afincadamente, a trabalhar para melhorar a sua capacidade de acção e resposta, sem deixar de lado a sua modernização.
Neste sentido, faz saber, a JPAI neste novo ano promover “reflexões e debates” com os jovens, sobre temáticas que têm a ver com o interesse particular desse segmento social. São os casos de saúde mental, educação, formação, acesso ao mercado de trabalho, ou às fontes de financiamento, para negócios.
“A JPAI irá ainda promover encontros com sectores das administrações central e local, cujas actuações impactam directamente na vida dos jovens”, afirma a entrevistada do A NAÇÃO. Isto como forma de “melhor acompanhar a implementação de medidas de políticas e avaliar se estão em consonância com a realidade do país e a aspiração dos jovens cabo-verdianos”.
Conforme Cardoso, todas essas ideias e intenções vão ser discutidas e aprovadas através de um plano de acção, na reunião da Comissão Nacional da JPAI, ter lugar amanhã, sexta-feira, 23.
MAIS EMPREGO PARA JOVENS
Mas, de acordo com aquela dirigente, sem dúvida que a maior preocupação dos jovens neste momento é o desemprego, que ultimamente passou a afectar também os mais qualificados.
“As nossas principais ideias e propostas estão contidas na moção apresentada em 2013 e visam essencialmente contribuir para a criação de um quadro mais favorável ao emprego jovem, seja o auto-emprego ou o emprego por conta de outrem, sem esquecer, é claro, a criação de condições, a vários níveis, para a internacionalização de jovens quadros cabo-verdianos”, salienta.
Paralelamente a isso, Vanusa Cardoso faz saber que a JPAI propôs a introdução nos ensinos Básico e Secundário “de algumas disciplinas que possam tornar, no futuro, os jovens quadros mais competitivos, em matéria de línguas, tecnologias e negócios, por forma a estarem mais preparados para aproveitar as oportunidades que o mundo globalizado oferece”.
JUVENTUDE PRESENTE
No entender de Vanusa Cardoso, os jovens têm desempenhado, desde sempre, um grande papel na história e no desenvolvimento de Cabo Verde, a começar pela luta de libertação nacional. “Se hoje somos livres e celebramos 40 anos de soberania é porque houve jovens destemidos e determinados que foram à luta, mobilizaram a nação e conquistaram a liberdade para o seu povo”.
E mais: “Desde a independência que diferentes gerações de jovens têm governado Cabo Verde. A prova disso é que todos os três Primeiros-Ministros que Cabo Verde já teve assumiram a Chefia de Governo com 40 e 41 anos. A JPAI está confiante e irá trabalhar com empenho para mais uma vez a juventude cabo-verdiana fazer história, escolhendo o mais jovem Chefe de Governo de sempre, a camarada Janira Hopffer Almada, nova presidente do PAICV”.
“J” ATIVAS APESAR DAS ADVERSIDADES
Vanusa Cardoso contesta por isso a ideia de que as organizações juvenis partidárias pouco ou nada fazem, e que, quando muito, funcionam apenas nas épocas pré-eleitorais e eleitorais. Para ela, existe uma dada expectativa e exigência em relação às “juventudes partidárias”, logo, “as avaliações das suas acções são feitas nesse quadro”.
“Mas, se se fizer uma avaliação mais cuidada, comparando as acções das organizações juvenis partidárias, com organizações juvenis de outras naturezas, rapidamente se poderá concluir que é injusta a eventual avaliação de que as juventudes partidárias estejam pouco activas ou paradas, sobretudo, se se levar em consideração que as juventudes partidárias não podem concorrer a financiamentos para realizar as suas actividades, ao contrário do que acontece com ou outros tipos de organizações juvenis”, argumenta.
PERSPECTIVA PARA O CONGRESSO
Fora isso, numa altura em que o PAICV passa por uma mudança de liderança, a JPAI não está fora desse processo. Pelo contrário, apoiante da actual presidente Janira Hoffer Almada, Vanusa Cardoso diz-se orgulhosa do facto de o partido ficar entregue em boas mãos, depois de 15 anos da liderança de José Maria Neves, daí a homenagem que os jovens do PAICV estão a preparar ao seu líder incumbente e à sua sucessora.
Conforme refere, no caso de JMN, será uma homenagem ao líder que desde 2000 fez uma aposta forte na juventude, facto demonstrado tanto a nível do partido, quanto no Governo, mostrando que confia na capacidade da juventude cabo-verdiana. “Um líder que também saiu das fileiras da organização da juventude do partido, tendo sido o último Secretário-geral da JAAC-CV e criado as condições para a fundação da JPAI, em 1995”, recorda para concluir.
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top