PUB

Sociedade

Greve dos efetivos da PJ prossegue esta quinta-feira

A greve de 48 horas dos efetivos da Polícia Judiciária (PJ) de Cabo Verde, que arrancou às 8 horas desta quarta-feira, prossegue esta quinta-feira. No primeiro dia da paralisação registou-se uma adesão de 95 por cento na sede, na Praia, e 100 por cento nas delegações das ilhas de São Vicente, Sal e Boa Vista.
O vice-presidente da Associação Sindical dos Funcionários da Investigação Criminal da Polícia Judiciária (ASFIC/PJ), Carlos Almeida, garante que os profissionais da PJ poderão avançar para outras formas de luta se as suas reivindicações não forem atendidas.
“Não quisemos nunca avançar para a greve, afirma o vice-presidente da ASFIC/PJ, acrescentando que “tentámos todos os meios, possíveis e razoáveis para que a greve não acontecesse. Mas perante as condições impostas pelo Governo fomos obrigados a tomar uma posição enérgica”.
Os efetivos da PJ reivindicam o pagamento de retroativos em atraso correspondente a progressões na carreia, que remontam a 2008, novos estatutos porque o que «nos querem impor e que em nada nos beneficia» e promoções, porque “há funcionários com mais de 16 anos sem promoção”.
Caso essas reivindicações não forem atendidas, os efetivos da PJ ponderam avançar para outras formas de luta, que poderá passar por uma greve por tempo indeterminado.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top