PUB

Política

Governo galardoa Amélia Araújo com o Primeiro Grau de Medalha de Serviços Distintos

O Governo decidiu galardoar, com o Primeiro Grau da Medalha de Serviços Distintos, a Amélia Rodrigues de Sá e Sanches de Figueiredo Araújo, pela sua abnegação e bravura, bem como pela sua dedicação à causa Nacional.
O Governo tomou esta decisão em reconhecimento do papel decisivo que Amélia Araújo desempenhou no processo da Luta de Libertação Nacional e do seu relevante contributo para o desenvolvimento da comunicação social, particularmente no campo da radiodifusão sonora.
Esta decisão teve, também, em consideração o facto de neste ano de 2015 se comemorar o 40.º Aniversário da Independência Nacional. Enquadrada nas atividades alusivas às comemorações do Dia Mundial da Rádio.
Entende o Governo que é de justiça destacar e reconhecer a trajetória e o contributo desta cabo-verdiana à causa da Independência Nacional e ao desenvolvimento do País, designadamente do sector da comunicação social, em particular da Rádio.
Recorde-se que durante a Luta de libertação armada, com vista à independência de Cabo Verde, Amália Araújo, destacou-se enquanto produtora, animadora e locutora principal da Rádio Libertação, tendo-se afirmado, com a sua voz clara e bem timbrada, como uma das protagonistas da “guerra psicológica”, desferindo duros golpes nas hostes do inimigo, sobretudo com os seus programas em língua portuguesa, quais sejam o “Comunicado de Guerra” e o “Programa do Soldado Português”, que provocou inúmeras baixas e deserções entre os militares do então inimigo.
Amélia Araújo conseguiu fazer da Rádio uma importante arma de luta pela independência de Cabo Verde.
O seu protagonismo na Rádio de Libertação fez dela a Senhora do “Canhão de boca da Luta”, sendo a voz reconhecida e admirada pelas populações e povos de Cabo Verde e da Guiné-Bissau, que tinham na rádio a única forma de se inteirarem das ações da luta armada.
Após a Independência Nacional assumiu ainda funções públicas em Cabo Verde, emprestando toda a sua experiência e profissionalismo ao desenvolvimento do País.
Com o seu profissionalismo, dedicação, entrega e tenacidade, Amélia Araújo influenciou gerações de cabo-verdianos e inspirou grande leva dos atuais jornalistas do país, que abraçaram esta nobre profissão.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top