PUB

Política

MpD define modelo para escolha de candidatos às eleições de 2016

O líder do Movimento para a Democracia vai ter a prerrogativa de fazer a escolha directa 34 candidatos a deputados para as próximas eleições legislativas (24 por cento dos candidatos). Esta decisão foi tomada na reunião da Direção Nacional do partido realizado este fim-de semana, na cidade da Praia, que adoptou um modelo misto, onde outros 110 candidatos (76%) seriam escolhidos por sondagem.
O presidente da mesa da DN, José Luís Livramento, disse esta segunda-feira, em conferência de imprensa, que o modelo aprovado determina, que os cabeças de lista dos círculos eleitorais, em número de 10, todos os candidatos eleitorais da diáspora, em número de seis, bem como o núcleo de competências técnico-políticas em áreas identificadas, em número de 18, serão escolhidos directamente pelo presidente do partido com audição prévia das Coordenações Políticas Concelhias e das estruturas partidárias da diáspora.
Ainda de acordo com as decisões saídas da reunião da Direcção Nacional do MpD, os restantes candidatos às eleições legislativas de 2016, entre efectivos e suplentes, serão escolhidos com base em sondagens que apurarão, “caso a caso, o seu grau de notoriedade, intenção de voto e grau de rejeição no seu círculo eleitoral”.
A DN do MpD aprovou, também, o modelo de escolha dos candidatos aos órgãos autárquicos, estabelecendo que “todos os candidatos devem, em primeiro lugar, obedecer aos requisitos de perfil e compromissos previamente defendidos, bem como aos objectivos adoptados em termos de juventude, género  e de representatividade social”.
Ainda segundo o mesmo modelo, a escolha do candidato a presidente de Câmara Municipal nas listas do MpD terá ainda como suporte uma sondagem para apurar “caso a caso, a sua notoriedade, e  a intenção de voto de cada um, no máximo de cinco por cada círculo eleitoral”.
Na DN do MpD foram também aprovados os instrumentos de gestão do partido e foi feita uma “profunda” análise da situação política e económica do país.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top