PUB

Cultura

Forte de Santo António na Cidade Velha vai ser alvo de estudo arqueológico

A localidade do Forte de Santo António, no município de Ribeira Grande de Santiago, vai ser alvo, a partir do mês de Maio, de um estudo arqueológico para recuperação e valorização do Património Mundial da Humanidade.
A informação foi avançada à Inforpress, pela vereadora da Cultura, Juventude e Desporto da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, Adelaide Barreto, tendo explicado que o objectivo é preservar e reabilitar o valioso património histórico da Cidade Velha.
“O trabalho de campo será efectuado por cinco alunos e dois professores da Cooperativa de Ensino e Formação Profissional de Portugal”, avançou, indicando que esses estudantes são do concelho e se encontram em Lisboa a fazer uma formação na área de recuperação e valorização do património.
Adelaide Barreto disse que o projecto de requalificação do Forte de Santo António foi promovido no âmbito do protocolo estabelecido entre a Curadoria da Cidade Velha e a Câmara da Ribeira Grande de Santiago, e contou com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian.
Entretanto disse que os alunos e professores vão estar em Cabo Verde, de 27 de Abril a 22 de Maio, para fazerem escavações arqueológicas e recuperar alguns espólios da época, sendo que os resultados podem contribuir para reforçar a história e informações existentes.
Sendo Cidade Velha Património Mundial Humanidade, a vereadora lembrou que a Fortaleza Real, o Convento São Francisco, a Igreja Nossa Senhora do Rosário e da Nossa Senhora de Conceição, Colégio dos Jesuítas, e Hospital Igreja da Misericórdia foram também alvos de intervenções arqueológicas.
Em 1999, com a colaboração da Agência Espanhola de Cooperação Internacional e Desenvolvimento (AECID), foram feitas intervenções arqueológicas e arquitectónicas no quadro do projecto de Salvaguarda do Património Histórico e Arquitectónico da Cidade Velha.
O projecto validou alguns edifícios imponentes dentro do contexto monumental do berço da nação cabo-verdiana, como da Fortaleza Real de São Filipe, Pelourinho, Rua da Banana, Igreja Nossa Senhora do Rosário e Convento Igreja de São Francisco.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top