PUB

Cultura

Evel Rocha regressa poemas de “Cinzas Douradas”

Evel Rocha, escritor salense, que também é vereador na Câmara Municipal da sua ilha natal, regressa com mais uma publicação. “Cinzas Douradas”, livro de poemas, o segundo do género na sua bibliografia que não pára de crescer.

“Cinzas Douradas” é fruto do blog de Evel Rocha, sendo um livro de quase 80 páginas. “Comecei a escrever as poesias num blog que tenho e que se chama Cinzas Douradas. A pedido de muitas pessoas resolvi compilar esse material num livro de 49 poesias”, avança o autor ao A NAÇÃO.

A obra está dividida em três partes, sendo a primeira ligada a conflitos existenciais. Já a segunda tem um campo mais aberto e, de acordo com Rocha, traz temas da sociedade salense em geral, algo sempre presente na sua bibliografia. O terceiro bloco é mais romancista e tem como título “Pôe-me como selo no teu coração”.

“Cinzas Douradas é uma mescla de uma parte sombria da vida, ao mesmo tempo, traz a parte ensolarada, mais alegre. A intenção é passar a mensagem da redenção”, explica o autor. “O título tem, como é óbvio, relação com a Fénix, a ave que renasce das cinzas segundo a mitologia”.

O livro será lançado amanhã, 17, na ilha do Sal, no mesmo dia em que Evel Rocha receberá a imposição da faixa da Academia Cabo-verdiana de Letras. Já para a cidade da Praia, o livro deverá ser apresentado no dia 28.

Próximo romance

Aliás, como nos avançou Evel Rocha, o livro de poemas serve como mote para o seu próximo trabalho criativo, desta feita um romance, que quer lançar ainda este ano e que tem como título “Cisne Branco”.

“Este romance traz a história de uma jovem mulher que passa por momentos difíceis da sua vida e depois consegue a redenção. Tem uma relação com o patinho feio que depois se sobressai na vida”, diz.

Até este momento, Evel Rocha já havia publicado um livro de poemas “Versos d’alma” (1997) e dois romances “Estátuas de Sal” (2003) e “Marginais” (2010). Mas tem já outras obras prontas, na gaveta, à espera de publicação, casos de “Cisne Branco”, acima referido, mais dois romances: “A tragédia do morro leste” e “Vidas de Sal”, e ainda um ensaio sobre “Envolvimento parental na escola”. 

 CG

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top