PUB

Política

UCID critica política económica do Governo

A UCID considera que os investimentos feitos pelo Governo na infraestruturação do país “não surtiram efeitos desejados” no seio da população cabo-verdiana e que os mesmos não contribuíram para a criação da felicidade “bruta” de cada cidadão.
Numa declaração política apresentada esta terça-feira, no Parlamento cabo-verdiano, o deputado João Santos Luís afirmou que com os recursos económicos e financeiros investidos nos últimos anos, o governo tinha a obrigação de fazer mais e melhor.
“Os investimentos realizados não conseguiram, até agora, gerar riqueza necessária para a criação de mais postos de trabalho, contribuindo, assim, para a redução da alta taxa de desemprego, principalmente na camada jovem”, frisou.
Reagindo à declaração política da UCID, o deputado do grupo Parlamentar PAICV Euclides de Pina contra-atacou afirmando que, em relação à dívida, o Governo tem cumprido o seu compromisso.
O líder do grupo Parlamentar MpD participou também no debate, para corroborar com a declaração política da UCID. Fernando Elísio Freire foi mais longe ao afirmar que a situação económica do país “é má”.
A sessão plenária de abril do Parlamento cabo-verdiano prossegue esta terça-feira, depois de terem sido retirados vários diplomas que constavam da agenda.
caíram, nomeadamente, a votação final e global para a aprovação do projeto de regimento da assembleia nacional, e a aprovação do projeto de lei que regula o referendo.
A aprovação do projeto de lei de iniciativas legislativas diretas de grupos de cidadãos eleitores, da proposta de lei que altera o código eleitoral, e a votação final e global da proposta de lei que regula o acesso de exercício de atividade de televisão, bem como a oferta ao público de serviços audiovisuais a pedido ou mediante solicitação individual, também caíram.
entretanto o regime jurídico das polícias municipais, apresentado pelo grupo parlamentar do MpD foi aprovado por unanimidade.
os deputados também aprovaram, na votação final global, por unanimidade, a proposta de lei que estabelece o regime jurídico de alimentação e saúde escolar.
 
 
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top