PUB

Economia

Casa para Todos em risco: Portugal fecha linha de crédito

Portugal fechou, desde o final de Janeiro, a linha de crédito a Cabo Verde no valor de 200 milhões de euros para o programa `Casa para Todos´, situação que ameaça as empresas de construção civil, que estavam a construir as habitações. As obras poderão paralisar já no fim de Abril, até que as autoridades cabo-verdianas consigam prorrogar, junto do governo português, o financiamento do programa.
Esta é a principal manchete da edição impressa do Jornal A NAÇÃO, que está nas bancas desde as primeiras horas desta quinta-feira.
Paulo Soares, PCA da Imobiliária Fundiária e Habitat (IFH), empresa responsável pelo ‘Casa para Todos’, confirmou ao A NAÇÃO que Cabo Verde tinha até 29 de Janeiro para utilizar os 200 milhões de euros da linha de crédito. Também diz que a IFH já entregou ao Governo uma proposta de resolução do imbróglio e que existe um parecer favorável da Caixa Geral de Depósitos para a prorrogação do fincamento.
Quem também se pronunciou sobre o assunto foi o embaixador de Portugal na cidade da Praia. Bernardo Lucena garantiu que Lisboa cumpriu “escrupulosamente” a sua parte, faltando agora os 10 por cento que o Estado cabo-verdiano deveria disponibilizar no âmbito do contrato.
Já o ministro do Ambiente, Habitação e Ordenamento do Território, Antero Veiga, garante que está para breve uma decisão sobre os 10 por cento que o estado deve disponibilizar no âmbito do programa `Casa para Todos´ e que essa decisão deve ser tomada logo que a ministra das finanças, Cristina Duarte, regresse ao país.
O ministro diz que o Governo está da ciente da sensibilidade política e diplomática das autoridades portuguesas no sentido de prorrogar a linha de crédito, da qual Cabo Verde só utilizou 115 milhões de euros. Garantiu ainda que até ao fim desta semana deverá reunir-se com a associação dos empreiteiros de forma a evitar a paralisação das obras do programa.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top