PUB

Sem categoria

Destaques da edição 400 do Jornal A NAÇÃO

CABO VERDE REFÉM DA AGENDA DE CRISTINA DUARTE
Cristina Duarte, ministra das Finanças de Cabo Verde, está, há cerca de 10 meses, empenhada na sua conquista do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), restando-lhe pouco ou nenhum tempo para se ocupar dos problemas do seu ministério (MFP). O caso mais evidente é o programa Casa para Todos, a depender de um simples aval seu para não morrer na praia das boas intenções.
AMPLIAÇÃO DO AEROPORTO NELSON MANDELA:  CONCORRENTES RECORREREM AOS TRIBUNAIS PARA ANULAR ADJUDICAÇÃO
O consórcio Monteadriano, SGL e Edifer avançou com uma providência cautelar no Tribunal da Praia a pedir que se anule a adjudicação da obra de extensão e modernização do Aeroporto Internacional da Praia, Nelson Mandela. O pedido advém da ideia de que o resultado lesa não só os concorrentes, como o próprio Estado, pois o júri atribuiu a obra a uma empresa cuja proposta fica cerca 350 mil contos mais cara do que o melhor preço apresentado.
AUTÁRQUICAS NA BOA VISTA: DJÓ PINTO AVANÇA COM NOVA CANDIDATURA
José Pinto Almeida está em vias de assumir uma nova candidatura sua à Câmara Municipal da Boa Vista (CMBV). O “mistério”, se é que há mistério, vai ser “desvendado” dentro em breve, o mais tardar, em Junho.
CASA PARA TODOS
Porto de Sal Rei na Boa Vista consome 30 milões de euros do programa Casa para Todos.
AS (DES)VENTURAS DE UM ADOLESCENTE
Walter (nome fictício) é um menor de 14 anos, vindo de São Vicente, que, semanas atrás, saltou para as redes sociais, depois de aplicar vários “contos do vigário” a pessoas que foi encontrando nas suas andanças pela cidade da Praia. Informado disso, o procurador de menores Pedro Borges pede às pessoas para “desdramatizarem” o caso, tendo em conta o historial desse pequeno “génio do mal”.
JOEL DE CASTRO, PRIMEIRO TREINADOR LUSO A FAZER HISTÛRIA NO FOGO PÓS-COLONIAL: “MOSTREI QUE SOU COMPETENTE”
Joel Rúben Aparecido Mota de Castro, 30 anos, natural de Castelo Branco, filho de pai angolano e mãe portuguesa, é o primeiro treinador luso a dirigir uma equipa cabo-verdiana de futebol, no período pós-independência. E, logo na época de estreia, arrecadou o primeiro título do campeonato regional do Fogo pelo Spartak d’Aguadinha. Agora, prepara-se para o campeonato nacional como o único “mister” estrangeiro.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top