PUB

Economia

Porto de Sal-Rei leva 30 milhões de euros do Casa para Todos

Parte do dinheiro do Casa para Todos foi reafectado para o porto de Sal-Rei, na Boa Vista. Esta infra-estrutura, reclamada por uma ilha que vem  despontando como  importante centro turístico, estava em  risco de conclusão por  causa das sucessivas derrapagens   financeiras  provocadas por  um  certo “amadorismo” na elaboração do projecto.
Para resolver o problema, que constituía uma grande dor  de  cabeça para a ministra Sara  Lopes, o Governo foi buscar 30  milhões de  euros, dos 200  milhões disponibilizados numa linha de  crédito da  Caixa Geral de  Depósitos, com  o aval  de Portugal, para viabilizar o porto em construção.
“Felizmente, esses 30 milhões de  euros foram para o porto de  Sal-Rei”,  desabafou o nosso interlocutor que considera que, assim, o credor  tem maiores possibilidades de reaver o  dinheiro, ao  contrário do Casa para  Todos, que, como   tudo aponta, “será um  fracasso em  termos financeiros”.
O certo e seguro é que as obras de  modernização do  porto de  Sal-Rei,  que estiveram quase um  ano paradas,  foram retomadas  com   a mobilização dos 30  milhões de  eu- ros, ainda que à custa do Casa para Todos. Orçado inicialmente em  36 milhões de euros, o porto de Sal-Rei vai  custar quase o dobro, cumprindo-se, mais uma vez,  a sina de  nenhuma obra pública em  Cabo Verde custar o seu preço inicial.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top