PUB

Cultura

Diva dos pés descalços já pode ser revisitada no Núcleo Museológico Cesária Évora no Mindelo

Cabo Verde já tem um Núcleo Museológico Cesária Évora, inaugurado ontem no Mindelo, na casa do artista, onde chegou a morar Cize. Mesmo com um espólio ainda escasso, aqui se respira e sente-se a presença da diva dos pés descalços.
Foi entre um clima de muita emoção e na presença de artistas, amigos e familiares, que foi inaugurado ontem já ao cair da noite no Mindelo, pelo Primeiro-ministro José Maria Neves, na presença do Ministro da Cultura Mário Lúcio Sousa e presidente da autarquia de São Vicente, Augusto Neves, o Núcleo Museológico Cesária Évora, na cidade do Mindelo.
O projecto, uma iniciativa do Ministério da Cultura, com a parceria da edilidade e a Associação Cesária Évora, está instalado na Casa do Artista, uma residência que fora construída pelo Ministério da Cultura para a Cesária habitar em 1992 e que hoje é propriedade da Câmara.
Trata-se apenas do primeiro passo para aquele que deverá ser um verdadeiro Museu Cesária Évora, a ser instalado naquela que era a Casa de Cize, onde morou nos últimos anos.
Janet, neta de Cesária, acredita que este primeiro passo é já uma grande homenagem para honrar aquela que é, que foi e sempre será o maior expoente da música e da cultura das ilhas.
No núcleo museológico podemos encontrar um pouco da história de Cesária e da sua carreira artística, incluindo alguns traços dos seus hábitos e costumes. A celebre mesa que a acompanhava no palco com o seu copo de uísque e cigarro,  também foi recriada ao pormenor, acompanhada de vídeos, imagens , músicas e muitas memórias, que irão emocionar qualquer visitante.
Na cozinha, a sua caneca de ferro onde fazia questão de beber água, o prato e o garfo, imortalizam a simplicidade da mulher que sempre foi. Fotografias, muitas fotografias pessoais, irão fazer reviver Cize e permitir um contacto mais intimista também com os fãs nacionais e estrangeiros que irão certamente, a partir de agora, aportar no Mindelo para virem conhecer este núcleo museológico.
À volta do núcleo foi musealizado um circuito Cesária Évora, que segundo o ministério da cultura imortaliza alguns dos pontos emblemáticos da cidade do Mindelo. Café Royal, a residência da cantora, a casa onde morou com a mãe, o salão Gia, o Piano Bar, entre outros.
O projecto completo de Museu é muito mais abrangente e será montado em vários anos, com o financiamento de parceiros públicos privados internacionais, mas José Maria Neves garantiu que o Governo irá fazer de tudo para adquirir a casa de Cesária aos familiares para que a mesma possa ser transformada na Casa Museu e permita um contacto mais intimista com a “pedra mais preciosa e mais brilhante” de Cabo Verde.
O Museu Cesária Évora completo terá auditório, loja, salas de música, café, bar e várias salas de exposição permanente e no entender do ministério da cultura a abertura do núcleo servirá precisamente para contribuir “para a sensibilização internacional na captação de recursos para a edificação do futuro museu”.
A inauguração foi acompanhada com música, muita emoção e saudosismo, não fosse Cize a eterna intérprete de “Sodade”. GC

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top