PUB

Cultura

Festival da Gamboa arranca hoje

O festival da Gamboa ,arranca hoje, quinta-feira (15) com o homenageado desta 21ª edição, Bitori Nha Bibinha, que se faz acompanhar pela sua gaita. Tocador de gaita Bitori é sobrevivente da velha escola que teve Codê di Dona e Xema Lopi alguns dos seus exímios representantes.
Logo a seguir, será a vez de “Os Tubarões”, que “ressuscitam”, mas sem o falecido Ildo Lobo, depois de muitos anos de interregno. Em palco estarão novos elementos, com os da velha guarda, a compor o grupo para matar saudades das músicas tradicionais eternizadas pela banda, com coladeiras e mornas.
De seguida o palco da Gamboa recebe, em estreia, os Rapaz 100 Juiz, com o hip hop que espelha os vários problemas sociais de Santiago, em particular, e Cabo Verde, em geral. Depois do funaná, morna, coladeira e hip hop, o palco será invadido pelo kizomba e zouk love, com rap à mistura de Mika Mendes, Dynamo, Eljy Beatzkilla, Atim e Joceline Medina. A noite terminará ao sons do funaná e tabanka com os Ferro e Gaita.
O segundo dia do Gamboa mostra-se como o mais aguardado por causa da presença do belga Stromae. Este músico, que fez muito sucesso em Cabo Verde com os temas “Papaoutai” e “Alors dance”, também é muito estimado por causa do carinho que nutre pela “nossa” diva dos pés descalços, Cesária Évora, que homenageou “Avé Cesária”. Uma música que não deixará de fazer parte do repertório do artista.
Sobem ao palco ainda, nesse mesmo dia, o senegalês, Ombre Zion, os caribenhos Tabou Combo e os seus ritmos indígenas. Depois de algumas horas de músicas de artistas internacionais, Grace Évora ficará encarregue de suavizar a noite com zouk e por fim Lejemea e Tony Fiká voltam a esquentar a noite com house, music, zouk e funaná.
O festival só terá o ponto final no domingo com os mais novos a fazerem a festa no palco da Gamboa. CG
 
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top