PUB

Economia

Passageiros para Cabo Verde ficam retidos em Fortaleza devido a uma avaria no Boeing 757 da TACV

Cerca de 60 passageiros com destino a Cabo Verde, dos 96 que viajavam na transportadora aérea cabo-verdiana (TACV) ficaram retidos esta quinta-feira, em Fortaleza (Brasil), devido a uma avaria no Boeing 757.
Segundo a directora de Operações de Terra, Laura Higina Borges da Silva, num comunicado de imprensa, o aparelho cumpria mais um voo da sua escala semanal a Fortaleza, tendo depois de aterragem verificado um dano nos Flaps (componente da ASA que apoia a estabilidade e velocidade do voo).
A directora explicou que constatado a natureza dos danos, a TACV providenciou a acomodação dos seus passageiros e procedeu à evacuação dos 35 passageiros com destinado a Lisboa ainda na quinta-feira, tendo os com destino à Praia ficado em Fortaleza para viajarem ao destino final, na próxima quarta-feira, sob a responsabilidade da companhia cabo-verdiana.
“Nas primeiras horas de quinta-feira a TACV reprogramou todos os voo desse avião com partidas da Praia por forma a garantir a sua continuidade sem transtornos para os passageiros”, disse Laura da Silva.
Entretanto, explicou que após os trabalhos levados a cabo no aparelho da TACV, com a supervisão da Boeing, recomendou-se um voo ferry (sem quaisquer passageiros) para Cabo Verde, para que os trabalhos finais fossem realizados na base da empresa, na Cidade da Praia.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top