PUB

Sociedade

Funcionários da PJ suspendem o pré-aviso de greve para os dias 20 e 21 de Maio

O pré-aviso de greve dos funcionários da Polícia Judiciária para os próximos dias 20 e 21 de Maio foi suspenso porque o Ministério da Justiça mostra-se aberto em discutir e consensualizar as reivindicações, revela uma nota da PJ.
No documento enviado à redacção da Inforpress, a Direcção Nacional da Polícia Judiciária (PJ) explicou que a decisão foi tomada pela Associação Sindical dos funcionários da Polícia Judiciária (ASFIC-PJ), no final da reunião de tentativa de conciliação convocada pela Direcção Geral do Trabalho, na sexta-feira.
Segundo a mesma fonte, após uma “breve discussão”, os representantes da ASFIC-PJ comunicaram a decisão de suspender o pré-aviso de greve por entenderem que havia “consenso e abertura das partes para a continuação de discussão e consensualização das reivindicações”.
Antes disso, no dia 13 de Maio, aconteceu uma reunião entre o Ministério da Justiça, a Direcção Nacional da PJ e a ASFIC-PJ, que teve como propósito, a consensualização das contrapostas de cada uma das partes.
O pré-aviso de greve foi entregue na Direcção Nacional do Trabalho pela Associação Sindical dos funcionários da Polícia Judiciária (ASFIC-PJ) no dia 11 de Maio, reivindicando a revisão do Estatuto da Polícia Judiciária, a grelha salarial e o quadro de transição do pessoal.
No dia 12 de Maio, no acto da comemoração do 22º aniversário da Polícia Judiciária, os funcionários fizeram uma manifestação silenciosa em frente ao local onde decorria a cerimónia de celebração da data, na Cidade da Praia, e que foi presidida pelo Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca.
A anunciada paralisação iria abranger a direcção central, na Cidade da Praia, assim como os restantes departamentos nas ilhas de São Vicente, Sal e o núcleo da Boa Vista, sendo que seria a segunda greve da PJ este ano, depois da última realizada nos dias 11 e 12 de Fevereiro, para também exigir a aprovação dos estatutos da classe.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top