PUB

Sociedade

“Somos Cabo Verde” – jornalista do A NAÇÃO entre os três nomeados para imprensa escrita/online

O jornalista do A NAÇÃO, Daniel Almeida, está entre os três nomeados para a categoria de imprensa escrita/online para o evento “Somos Cabo Verde – Os melhores de 2015”, que acontece a 3 de Julho num dos hotéis da cidade da Praia.
Nesta mesma categoria figuram ainda Cláudia Marques da Sapo e Kim-Zé Brito. Os nomeados definitivos para as onze categorias do prémio que visa premiar várias figuras ou personalidades de Cabo Verde, foram apresentados no final da tarde desta terça-feira, 2, na Praça Alexandre Albuquerque.
Ao todo são 36 nomeados, escolhidos pelos 27 júris, cada grupo de três numa categoria diferente, mais um prémio para investigação que este ano, excepcionalmente, não entrou na votação.
Na categoria cultura estão nomeados o artista Djodje, o escritor e advogado Germano Almeida e Hélder Paz. Para a diáspora José “Djô” da Silva, Maria Celeste Correia e Nick Pinheiro. Para o homem do ano estão o Bispo Dom Arlindo Furtado, o activista Honório Fragata e Gamal Mascarenhas, enquanto na mulher do ano figuram Judite Nascimento, Eunice Baessa e Lúcia Cardoso. Na moda Vany Reis, Alecxia Morais e Rivaldino Santos. Na rádio estão Carla Lima, Carlos Santos e Júlio Vera-Cruz, enquanto para a televisão Marcos Rocha, Margarida Fontes e Marcos Rocha de Pina (operador de imagem). Na solidariedade ficaram A Ponte, Verdefam e ACRIDES, enquanto o voluntariado figuram Cruz Vermelha de Cabo Verde, Associaçao Ponta d’Pom e Pilorinhu. No desporto concorrem a equipa da Ultra Maratona de Atletismo, Mitú Monteiro e a Selecção Nacional de Futebol “Tubarões Azuis”.
Dos pré-nomeados apenas houve uma renúncia. “Tivemos uma renúncia apenas, do José Vicente Lopes quando foi pré-nomeado e a explicação que deu é que quer dar lugar a outras pessoas, portanto nós compreendemos”, afirmou Margarida Conde da Artemedia by Zwela.
Os três finalistas de cada categoria irão a voto outra vez, feito pelo júri, e homem e mulher do ano irão a votação do público.
A gala terá transmissão na televisão pública e a nível internacional, e além dos convidados as pessoas também poderão assistir. “Pensamos esta gala para televisão. Esta é uma gala em que teremos convidados e iremos colocar alguns bilhetes à venda, mas não é uma gala para a massa”, afirmou Margarida Conde.
No dia da gala, além da atribuição dos prémios, a organização avança ainda que irá ter muitas surpresas e actuações “coisas surpreendentes que nunca foram vistas em Cabo Verde”.
O site do evento vai estar disponível em breve, segundo Margarida Conde, onde irá constar todas as informações e lugar onde irão proceder as votações. CG

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top