PUB

Política

Santa Cruz: MpD exorta Governo a resolver o problema dos moradores da localidade de Boaventura

Os eleitos municipais do Movimento para a Democracia (MpD) em Santa Cruz exortaram hoje o Governo a resolver o problema dos moradores da localidade de Boaventura, neste concelho do interior da ilha de Santiago.
Em conferência de imprensa proferida hoje em Santa Cruz, para abordar a situação em que se encontram os moradores de Boaventura, na sequência da construção da barragem de Figueira Gorda, na mesma localidade, o líder da bancada do MpD na Assembleia Municipal Emanuel da Luz apelou ao Governo, bem como à Câmara Municipal, no sentido de se levar a cabo uma intervenção urgente em vista a prevenir eventuais perigos com a queda continuada das chuvas nessa zona.
“O MpD exorta ainda o Governo no sentido de proceder ao pagamento das indeminizações às famílias que perderam as suas propriedades na sequência da construção da barragem conforme prometido aquando do processo de ocupação dessas áreas”, frisou.
Segundo Emanuel da Luz, 66 agricultores desta ribeira que vivem exclusivamente da prática da agricultura e criação de animais “encontram-se de mãos atadas e desesperados, porque não têm segurança face a vinda continuada da desejada chuva e não receberam ainda as devidas indeminizações”.
Uma outra questão apontada pelo MpD como motivo de preocupação tem a ver com os moradores da povoação de Torril, cerca de 30 casas, que se encontram com problemas de acesso e circulação.
“Algumas famílias em Torril com doentes acamados carecendo naturalmente de assistência especial e de deslocação, já tinham uma situação difícil motivada pela construção da barragem, e agora com a vinda das chuvas ficaram totalmente isoladas”, apontou.
Numa alusão à barragem de Figueira Gorda, Emanuel da Luz sublinhou que “ninguém de bom senso quer ou deseja que a construção de uma infre-estrutura que custou milhões de contos aos bolsos dos cabo-verdianos venha pôr em causa a vida ou a sobrevivência dos seus beneficiários”.
Entretanto, advertiu que o “abandono total” por parte do Governo e a “indiferença” da Câmara Municipal de Santa Cruz “vêm tirando o sono” aos moradores de Boaventura, particularmente aqueles que se encontram na linha de água assim como a aqueles que estão na comunidade de Torril, que se encontram numa situação “precária”.
Devido a esta situação de impasse, os moradores de Boaventura, sobretudo os de Torril manifestaram esta terça-feira o seu descontentamento alegando que, com a chegada das primeiras chuvas, a via de acesso a essa zona se encontra “intransitável”.
Maria Paula Moreno, uma moradora nessa localidade frisou na ocasião que a situação é “calamitosa” e que, com a queda das chuvas, “estão praticamente isolados”.
Segundo explicou, existem doentes acamados e caso piorarem “terão que os carregar ao colo para poder lavar ao hospital”.
Por isso, e perante esta situação, a moradora pede ao Governo que envide esforços no sentido de se fazer a via de acesso para a localidade de Torril.
“Fizeram vários encontros connosco, e até então não se preocuparam em resolver o nosso problema. Deixaram-nos na mão. Nós que estamos em Torril não queremos que construam casas, mas sim que façam pelo menos uma via de acesso”, enfatizou ainda Maria Paula Moreno, lembrando que são mais de 30 famílias que se encontram na referida localidade.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top