PUB

Política

Ministro das Relações Exteriores de Cabo Verde assina acordos de cooperação no Senegal

O ministro das Relações Exteriores de Cabo Verde, Jorge Tolentino, inicia hoje uma visita de dois dias ao Senegal, durante a qual vai assinar acordos de cooperação em áreas como educação, transportes, defesa e segurança.
Em comunicado de imprensa, o Ministério das Relações Exteriores de Cabo Verde informa que a visita do chefe da diplomacia cabo-verdiana ao Senegal, a convite do seu homólogo senegalês, Mankeur Ndiaye, vai servir ainda para aprofundar os laços de amizade e as relações históricas entre os dois países.
Durante a visita, prossegue o MIREX cabo-verdiano, os dois governantes abordarão questões de interesse mútuo, de ordem política e relativas ao processo de revitalização da cooperação entre os dois países.
Os dois governantes irão ainda trocar informações sobre a situação nos dois países e passar em revista questões políticas de atualidade internacional e regional, devendo-se ainda trabalhar sobre vários aspetos relacionados com o reforço da cooperação.
Durante a sua estada no Senegal, Jorge Tolentino fará uma visita de cortesia ao primeiro-ministro do Senegal, Mohammed Dione, e será recebido em audiência pelo Presidente da República do país, Macky SALL.
No último dia da sua estada no Senegal, Jorge Tolentino terá um encontro com membros da comunidade e empresários residentes no Senegal, país africano mais próximo de Cabo Verde.
Segundo dados oficiais, 38.000 cabo-verdianos residem no Senegal e cerca de 3.000 senegaleses vivem em Cabo Verde.
Cabo Verde e Senegal mantêm relações desde muito antes da independência do país lusófono (1975) – na luta de libertação colonial portuguesa, Dacar acolheu uma importante base da então guerrilha do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC).
As relações de cooperação entre os dois países ganharam novo fôlego por ocasião da visita oficial ao Senegal do primeiro-ministro cabo-verdiano, José Maria Neves, em outubro de 2014, e da visita de Estado a Cabo Verde do Presidente senegalês, Macky Sall, em março de 2014.
Fonte: Lusa

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top