PUB

Mundo

Baciro Djá diz que vai pedir demissão do cargo de PM da Guiné-Bissau 

O primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Baciro Djá, indigitado pelo Presidente do país, Jose Mário Vaz, disse hoje que vai colocar o lugar à disposição na sequência da decisão do Supremo Tribunal de Justiça que considera de inconstitucional a sua nomeação.
Em curtas declarações a imprensa à saída de uma conversa com o chefe de Estado guineense, que lhe comunicou a decisão do Supremo Tribunal de Justiça, Baciro Djá disse que vai para o Palácio do Governo escrever a sua carta de pedido de demissão.
Baciro Djá afirmou que vai “tirar as suas ilações políticas” perante a decisão do Supremo Tribunal de Justiça e colocar o lugar à disposição do chefe de Estado.
O STJ considerou hoje inconstitucional na forma e na matéria o decreto do Presidente guineense que nomeou Baciro Djá primeiro-ministro por desrespeito à norma constitucional que obriga o chefe de Estado a indicar o chefe de executivo a partir dos resultados eleitorais.
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top