PUB

Cultura

Ministério da Cultura quer institucionalizar “Diálogos pela Cultura”

O ministro da Cultura, Mário Lúcio Sousa, quer que a conferência “Diálogos pela Cultura” seja institucionalizado. Este desejo foi manifestado no final da tarde deste domingo, no auditório da Biblioteca Nacional, no acto desse evento.
Segundo Mário Lúcio Sousa, o diálogo evita conflitos e várias pessoas já aceitaram fazer parte da próxima conferência que deve acontecer em 2016. “Estamos a evitar conflitos muito antes de que aconteça”, expressou o ministro da Cultura no discurso de encerramento.
Durante a conferência de três dias, foram debatidos oito painéis: “Cultura pela Arte”, “Cultura pela Economia”, “Cultura pela Cultura”, “Cultura pela Religião”, “Cultura pela Escola”, “Cultura pela Liberdade”, “Cultura pelo Outro” e Cultura pela Periferia”.
O Chefe de Estado, Jorge Carlos Fonseca, que presidiu a cerimónia de encerramento da conferência, disse que espera que se saiba respeitar as diferentes culturas e que estas possam coabitar.
“O que fazer? O que sempre fizemos. Lidar e dialogar, com todas as influências, de todos os lados, da forma mais natural possível. Debater tranquilamente eventuais distorções, derivadas de perspectivas “puristas” ou “alienadas” que se considerar existir, fazer da educação um dos alicerces da nossa cultura e deixar a vida resolver o resto”, afirmou.
O “Diálogos pela Cultura” foi encerrado no Dia Nacional da Cultura (18 de Outubro), com intenção de que mais diálogos serão promovidos para o bem da cultura e da sociedade. CG

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top