PUB

Política

Fernando Elisio Freire: Grupo Parlamentar do MpD “Sem medo do confronto de ideias”

No ano parlamentar que arranca no dia 26, o líder da bancada do maior partido da oposição garante que o MpD “vai manter o seu foco”, que passa por “continuar a construir uma alternativa clara à governação” do país, continuando ao mesmo tempo “a transmitir esperança e confiança aos cabo-verdianos”, utilizando para isso “todos os instrumentos parlamentares que tem à sua disposição”.
Fernando Elísio Freire lembra que este novo ano parlamentar da VIII Legislatura será curto. “Mesmo assim, vamos fazer a fiscalização política, através de interpelações e de debates nas comissões especializadas, continuar a nossa aproximação, ainda mais, com a sociedade, aumentar o contacto directo do Parlamento e dos deputados do MpD com a população para que possamos, de facto, dar à sociedade cabo-verdiana aquilo que neste momento ela precisa, ou seja, uma alternativa com credibilidade e que lhes transmita confiança”.
Aquele líder lembra que no arranque deste ano parlamentar haverá o debate sobre a situação da justiça, que é obrigatório, mas, “a partir daí não haverá nenhum debate regimental, pelo que este ano é sui generis e o número de sessões vai depender muito da marcação da data das eleições”.
Sobre o grande número de diplomas agendados para a primeira sessão deste ano, Freire diz que “é o Governo a tentar cumprir uma ou outra lei que, eventualmente, terá prometido. Tudo isso em cima do final da legislatura, o que é eticamente discutível porque o Governo pode condicionar que venha a ganhar as próximas eleições. Consideramos que o Governo já não tem condições para tomar nenhuma medida estrutural”.
Sobre o eventual risco de as últimas sessões plenárias desta VIII Legislatura serem transformadas em palco de campanha eleitoral, aquele líder desdramatiza. “Em democracia nunca é perigo quando há confrontação de ideias e de posições. O Parlamento é exactamente o espaço natural da democracia e o MpD vai continuar a construir o caminho da alternativa”, conclui.
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top