PUB

Política

Praia terá em breve o seu World Trade Center

A capital de Cabo Verde deverá ganhar nos próximos anos uma importante infra-estrutura de negócios e indústria, bem como lazer, hotelaria e sala moderna de convenções de standard internacional, fruto de um investimento de um grande consórcio angolano, o mesmo que promove o impressionante que será o «World Trade Center» Angola, a nascer no espaço do complexo comercial de Viana e cujos primeiros projectos já começam a nascer.
Durante o encontro com os promotores destes dois gigantescos empreendimentos, o Primeiro-Ministro, José Maria Neves foi informado que partirá, já nesta quarta-feira, provavelmente no mesmo voo que o Primeiro-Ministro, para a cidade da Praia uma importante delegação do referido consórcio para assinar os primeiros contractos com a Câmara da Praia neste sentido para, logo após o acerto com a edilidade, aí sim, iniciarem-se os contactos com o Governo sobre a efectivação deste estratégico empreendimento a ser construído, em fases, nas proximidades do complexo do Casa para Todos próximo ao aeroporto Internacional da Praia-Nélson Mandela.
Um investimento que, de acordo com os donos estará orçado em aproximadamente 100 milhões de dólares e que irá construir as facilidades que já fizéramos referência, assim como um hotel cinco estrelas e um complexo de convenções de última geração, para além de edifícios modernos de negócios, mas também de moradias e outras.
Um empreendimento que demonstra o reforço das relações económico-empresariais entre cabo-verdianos e angolanos e que constituirá, como realçou José Maria Neves, uma grande mais-valia para a cidade da praia, valorizando e contribuindo enormemente para a urbanização e expansão daquela zona da cidade da Praia. Sem contar que vai de acordo com a visão de desenvolvimento dos vários clusters e do reforço da posição de Cabo Verde como um estratégico centro de prestação de serviços no ocidente africano.
Quanto ao «World Trade Center Angola», salvo as devidas proporções, pois trata-se de um empreendimento na ordem dos 100 mil milhões de dólares, este irá oferecer infra-estruturas várias para a edificação de fábricas, negócios, moradias para 800 famílias, espaços de verde e de lazer, o maior shopping comercial de Angola e espaços de armazéns e logística para as indústrias, para além do já negociado centro de formação de futebol do Sporting de Portugal, em parceria com o Sporting de Luanda.
Várias infra-estruturas já começam a nascer neste espaço como um dos híper-mercados da cadeia «Kero», a maior do grupo no país, e outras importantes cadeias de comércio nacionais e internacionais.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top