PUB

Política

Angola: Ministro da Juventude e Desportos recebe homóloga cabo-verdiana

O ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Muandumba, recebeu hoje, terça-feira, a sua homóloga cabo-verdiana da Juventude, Emprego e Desenvolvimento dos Recursos Humanos, Janira Hoppfer Almada, com quem abordou questões de cooperação entre Angola e Cabo Verde.
Gonçalves Muandumba disse, no final da visita, que trocaram algumas impressões sobre a experiência da juventude angolana e cabo-verdiana.
“São realidades um pouco diferentes, pela característica geográfica de cada um dos países, mas a natureza dos assuntos é comum”, disse, acrescentando que o essencial foi mostrar à ministra o Instituto Angolano da Juventude, um organismo novo, criado na sequência do Fórum Nacional da Juventude.
O diálogo com os jovens foi uma das dinâmicas do ministério transmitida à Janira Almada, que percorreu os diferentes espaços da Galeria dos Desportos, onde observou a história do desporto angolano.
A ministra Janira Almada disse que “vim à Angola a convite do MPLA, na qualidade de presidente do PAICV para reforçar as relações históricas existentes”, frisando que foi uma visita de cortesia para cumprimentar o homólogo angolano.
A ministra cabo-verdiana que permanece no país até domingo, prevê reunir-se com as comunidades do seu país em Angola, na qualidade de candidata à primeira ministra de Cabo – Verde, para apresentar as suas propostas de governação na diáspora.
“Neste momento estamos a trabalhar numa convenção de segurança social, não só para Cabo – Verde, mas para os países da CPLP, como o cartão jovem, que está sendo já implementado em Cabo – Verde” prometeu Janira Almada que recordou o intercâmbio e o associativismo juvenil como áreas que se pretende serem estimuladas.
Mais de dois mil cabo-verdianos residem em Angola, cujo número aquela governante pretende que seja aumentado e sejam registados para participarem na definição do futuro do seu país.
Luanda, Benguela e Cabinda constituem o foco em que se concentram maior número de originários daquele país.
Fonte: Angop

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top