PUB

Cultura

110 anos de B.Léza celebrado pela InterCulturaCidade

O Centro InterCulturaCidade, em Lisboa, celebra os 110 anos do nascimento do B.Léza.
O evento acontece neste sábado (5) e reúne nessa celebração a gastronomia cabo-verdiana, a poesia e “tôc de viola e bic” para Francisco “B.Léza” Xavier.
O trovador das ilhas (1905-1958), durante os anos de permanência em Portugal, viveu durante muito tempo no “Poços dos negros”, bairro de referência da comunidade cabo-verdiana em Portugal. Foi nesse mesmo bairro que vários anos depois surgiu o Centro InterCulturaCidade, cuja fundação estão ligados vários cidadãos cabo-verdianos, incluindo um dos filhos de B.Léza.
Assim desde do centenário que esta Ong vem comemorando anualmente o aniversário deste que foi um dos maiores poetas e compositores de Cabo Verde.
Natural do Mindelo, B.Leza inovou a morna ao utilizar frequentemente os acordes de passagem, (chamados de meio-tom brasileiro na gíria dos músicos cabo-verdianos), antes pouco usados nesse género musical.
Compôs dezenas de mornas, entre as quais se destacam Eclipse, Miss Perfumado, Resposta de Segredo Cu Mar e Lua Nha Testemunha, que, diz a lenda, foi composta no leito do hospital, dias antes da sua morte a 14 de Junho de 1958.
Para a literatura cabo-verdiana deixou obras como Uma partícula da Lira Cabo-Verdiana, Flores Murchas, Fragmentos – Retalhos de um poema perdido no naufrágio da vida e Razão da amizade cabo-verdiana pela Inglaterra.
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top