PUB

Saúde

Treino intenso controla Parkinson

Trinta minutos por dia, quatro vezes por semana, em alta intensidade.

Caminhar assim, diariamente, retarda a progressão da doença de Parkinson em pessoas que receberam o diagnóstico há menos de cinco anos e que ainda não usam medicação.

A notícia de que esse tipo de exercício pode quase ser equiparado a um remédio preventive, foi anunciada por pesquisadores da Northwestern University e Colorado University (nos Estados Unidos da América – EUA). Foi o primeiro estudo clínico do género.

Os cientistas queriam saber se as evidências de benefícios dessa actividade encontradas em alguns estudos com animais seriam observadas em humanos. Além disso, o grupo desejava descobrir a intensidade e a periodicidade que, de facto, trariam resultados. Até então, as informações oriundas das pesquisas em cobaias eram insuficientes para obter um padrão de efectividade.

Com indicadores positivos obtidos na primeira fase dos estudos, os especialistas seguiram para a segunda etapa. Os pacientes foram divididos em três grupos. Os dois primeiros treinaram quatro vezes por semana, mas em intensidades distintas. Uma parte treinou em ritmo moderado com a frequência cardíaca entre 60 por cento (%) e 65% da máxima.

A outra, em ritmo intenso, com a frequência cardíaca entre 80% e 85% da máxima.

O restante seguiu com asua rotina, mesmo que isso implicasse sedentarismo.

Seis meses depois, os únicos que não apresentaram qualquer declínio associado à doença, como perda de equilíbrio e dificuldades na coordenação motora, foram os indivíduos submetidos ao regime de treino intenso. Uma das hipóteses para o efeito é a de que a boa oxigenação proporcionada pelo exercício ajude a impedir a deterioração de neurônios.

“Acredito que o treinamento aeróbico intenso beneficiará, inclusive, pacientes em estado mais avançado da enfermidade“, disse à Revista ISTOÉ (Brasil), Margaret Schenkmann, responsável pelo estudo.

Outros exercícios que ajudam:

Dança

Ajuda a manter ou retarda a perda progressiva da coordenação motora.  As mais elaboradas, como o tango, têm maior eficácia.

Boxe

Treina a coordenação motora e melhora a força muscular.

Pilates

Aumenta o tônus muscular e eleva o poder de concentração, muitas vezes prejudicado pelo sedentarismo.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top