PUB

Sociedade

ICCA quer mais envolvência dos jornalistas no combate a violência sexual contra criança

A presidente do Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente (ICCA), Maria José Alfama, pede mais e melhor engajamento dos órgãos e profissionais da comunicação social em Cabo Verde, na implementação do Plano Nacional de Acção de Combate a Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes.
Com este propósito, o ICCA está a realizar, na cidade da Praia, uma acção de formação e capacitação em matéria de prevenção e combate a violência sexual contra crianças e adolescentes, destinada aos profissionais de comunicação social.
Maria José Alfama diz esperar dos participantes na referida formação “um envolvimento maior e consciente” na divulgação da temática. Assim como, “um maior interesse na transmissão de informação” destinada a mobilização da sociedade civil, visando o combate a violência sexual contra a criança e adolescente.
Por seu turno, a representante adjunta da UNICEF em Cabo Verde, Ilaria Carnevali, considera que o jornalismo cabo-verdiano tem dado provas do seu envolvimento no combate a esta epidemia que afecta as crianças a nível global.
Já o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, que tutela a Comunicação Social, manifestou a total disponibilidade do Governo em mobilizar os recursos necessários para combater a violência sexual contra a criança e o adolescente.
SM

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top