PUB

Economia

David Chow já entregou requerimento ao BCV para abrir um banco em Cabo Verde

O magnata macaense David Chow já entregou o requerimento ao Banco Central de Cabo Verde (BCV) para abrir um banco no arquipélago.
A garantia foi dada pelo próprio aos jornalistas ao fim da tarde de ontem, na capital, durante o (re) lançamento da 1ª pedra da construção do hotel e da ponte que liga a Gamboa ao Djeu, depois do projecto do complexo turístico ter sofrido algumas alterações a pedido da Câmara Municipal da Praia.
Chow reiterou a vontade de continuar a investir no sector da banca, que deverá servir de apoio à actividade do Casino que integra o complexo e garantiu que apesar das informações veiculadas na imprensa macaense e nacional, de que já teria entregue o pedido formal, só ao início da tarde desta sexta-feira,16, é que o seu advogado deu efectivamente entrada com o requerimento para a abertura do banco Sino-Atlântico na capital. Estando agora a aguardar o parecer, na expectativa de um desfecho favorável.
David Chow acredita que a criação do referido banco poderá servir para “facilitar” o financiamento entre Macau e o arquipélago e que esse “banco comercial” poderá impulsionar as “trocas directas” com Macau.
“Penso que será mais fácil porque todas as nossas garantias vêm de Macau, por isso será mais fácil em termos de financiamento”, disse há tempos ao jornal Tribuna de Macau.
Resta agora esperar pela resposta do BCV, autoridade central que deverá autorizar ou não a criação do referido banco.
GC

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top