PUB

Mundo

Chile: Vaticano recolhe depoimentos sobre abuso sexual no Chile

O arcebispo de Malta, Charles Scicluna, está em Santiago (Chile) para se reunir com as vítimas que acusam o bispo Juan Barros de encobrir os abusos do sacerdote Fernando Karadima.

Vítimas de abuso sexual na Igreja Católica estão a prestar depoimento a Charles Scicluna, o enviado especial do Vaticano, que investiga so bispo Juan Barros. Não há informação do nome nem a quantidade de pessoas que se reunirão com o prelado.

O encarregado de averiguar os crimes que a Igreja considera mais graves, como os abusos sexuais, é o arcebispo de Malta, Charles Scicluna. Ele viajou para Santiago para se reunir com as vítimas que acusam Barros de encobrir os abusos do sacerdote Fernando Karadima e, também, com os leigos que se opõem a sua designação como bispo da cidade de Osorno.

Numa breve declaração à imprens,  nos arredores da Nunciatura de Santiago, onde será realizada a maior parte das audiências, agradeceu “às pessoas que se declararam disponíveis para se encontrarem comigo durante os próximos dias”.

Scicluna recolherá depoimentos durante quatro dias, após os quais entregará suas conclusões directamente ao Papa Francisco, que decidirá se abre, ou não, uma investigação canônica contra Barros.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top