PUB

Mundo

UE aprova 150 milhões de euros para combate à migração ilegal

A União Europeia (UE) adoptou três novos programas, no valor de 150 milhões de euros, que reforçam acções de combate à migração ilegal na Líbia, Mediterrâneo central e Etiópia, segundo uma nota de imprensa divulgada em Bruxelas.
O primeiro programa, no valor de 115 milhões de euros reforça a protecção aos migrantes que se encontram bloqueados na Líbia e ambiciona retirar três mil e 800 pessoas e ajudar o regresso voluntário de outras 15 mil.
Esta verba destina-se, também, a apoiar a reinstalação de mais 14 mil refugiados que se encontram na África Ocidental e Central.
Uma outra medida, no valor de 20 milhões de euros, destina-se a melhorar a assistência prestada aos migrantes vulneráveis, especialmente os jovens e as mulheres, nos países de trânsito na região do Sael e da bacia do Lago Chade.
Com esta verba, estima-se a melhoria do acesso aos serviços sociais e de protecção, como os cuidados de saúde, a educação, a segurança, a habitação, o estado civil, o apoio jurídico ou a assistência psico-social.
A terceira iniciativa alarga o apoio da UE à reintegração sustentável dos cidadãos etíopes e prevê uma verba de 15 milhões de euros, para assistência social e apoio económico para a formação, no domínio das competências empresariais e o acesso a micro-créditos.

PUB

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top