PUB

Saúde

Nigéria: Febre de Lassa mata 72 desde Janeiro

A febre hemorrágica de Lassa causou 72 mortes, desde o início do ano ,em 18 estados da Nigéria, reporta a Organização Mundial de Saúde (OMS), que cita dados do Centro Nacional de Controlo de Epidemias nigeriano.

Num comunicado, a OMS sublinha que o número de casos confirmados em dois meses já ultrapassou os registados em todo o ano de 2017.

Até agora, e segundo dados da OMS, o total de casos desde o início do ano é de 317, tendo a maioria sido registada no Estado de Edo, no Sul do país.

A OMS descreve a Febre de Lassa como uma infecção viral pertencente à mesma família do vírus de Marburgo e do Ébola.

O nome provém de uma localidade no Norte da Nigéria, Lassa, onde foi identificado, pela primeira vez, em 1969.

Endémico na Nigéria, Guiné-Conacri, Libéria e Serra Leoa, o vírus é assintomático em 80 por cento dos casos, podendo provocar lesões graves, hemorrágicas e neurológicas e, nalguns casos, a morte.

A transmissão para humanos acontece face à exposição de excrementos e animais, do trato respiratório ou na área gastro-intestinal.

Crê-se que a inalação de partículas minúsculas de material infectado seja o meio mais simples de contaminação.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top