PUB

Cultura

SOCA homenageia Titina Rodrigues e distribui primeira cobrança de direitos de autor

Titina Rodrigues é homenageada neste sábado, 03, numa gala, a ser realizada pela SOCA, tendo em vista, também, “um aspecto importante” que é, pela primeira vez, a distribuição de direitos de autor, cobrados à companhia aérea Binter-CV. Segundo Danny Spínola, presidente da SOCA, são cerca de 900 contos a serem repartidos a músicos, cujas músicas foram utilizadas nos voos inter-ilhas daquela companhia aérea – Sara Tavares, Nancy Vieira, Mayra Andrade, Tito Paris, Hélio Batalha, Bacthart, entre outros.
“Estamos com o processo em outros lugares e já criámos uma comissão executiva de cobrança e distribuição que vai actuar em todo o país. Isso é histórico porque é a primeira vez que se faz a distribuição de cobranças de direitos de autor em Cabo Verde”, congratula-se Danny Spínola.
De acordo com esse responsável, há também um montante de cópia privada, no valor de 5 mil contos, que vão ser distribuídos para autores e artistas, nos próximos meses. Ou seja, já neste mês de Março, artistas plásticos e escritores vão receber as suas quantias e em Abril será a vez dos músicos. “Essa gala é o pontapé de saída para mostrarmos a nossa decisão de pôr cobro ao uso indevido de trabalhos culturais em Cabo Verde de forma ilegal, sem ressarcir os artistas e autores”, afirma.
Homenagem a Titina
A gala de homenagem à Titina Rodrigues acontece na Assembleia Nacional, a partir da 21H00. Para além dela, vão actuar Tito Paris, Zeca di Nha Reinalda, Eduíno e Bino dos Ferro e Gaita, e os jovens Raquel, Kátia e Djam Neguin.
A escolha de Titina é, no entender de Danny Spínola, por ser uma grande intérprete da música tradicional cabo-verdiana, especificamente a morna e coladeira, que já faz tempo que não vem a Cabo Verde actuar. “Merece uma homenagem pelo seu percurso, pela sua voz, sua humildade e empenho na divulgação da nossa música. E é uma artista pouco reconhecida”, justifica.
Para além deste evento, a SOCA já tem um programa de actividades para o ano inteiro. No dia 21 de Março realiza-se um “pôr-do-sol”, na Cidade Velha, para assinalar o Dia Mundial da Poesia e da Árvore. Outro ponto alto é 18 de Outubro, Dia Nacional da Cultura, que todos os anos é comemorado com “pompa e circunstância”.
Na sequência, haverá uma semana de artes integradas, com exposições colectivas de artes plásticas, feira e lançamentos de livros, tertúlias poéticas e musicais.
“Temos ainda um projecto de ir aos municípios de todas ilhas para termos encontros com artistas e autores para explicarmos questões de direitos de autores. Para além disso, temos em perspectiva lançamentos de vários livros”, revela.
A SOCA vem realizando várias homenagens a autores e concebeu seis revistas de divulgação e promoção dos nossos artistas e leis sobre direitos de autor.
ACN – Artigo original na edição 548 do jornal A Nação

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top