PUB

Política

“Duas greves na Polícia Nacional em um ano não é normal” – Presidente do PAICV

A presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV-oposição) assegurou ontem que “essas sucessivas” greves na Polícia Nacional (PN), em menos de um ano, “não é normal”, salientando que a classe trabalhadora enfrenta dias difíceis.

Janira Hopffer Almada que falava aos jornalistas após um encontro com a secretária geral da UNTC-CS, diz que é “inadmissível” numa instituição como a PN, haver, num curto período de tempo, tantas penas de suspensão e demissão.

Entretanto, a líder do maior partido da oposição assegura que “estamos perante atitudes que nunca se assistiu em Cabo Verde”.

Por outro lado, Janira diz que a nação não vai bem em “vários sectores”.

“Todos os meses estamos a assistir manifestações e greves em vários sectores. Ainda há dias os estivadores do Fogo se manifestaram. Nós temos a insatisfação do pessoal de saúde no Hospital Agostinho Neto, ou seja, por todo lado há essa manifestação de insatisfação”, demonstra.

De acordo com Janira Hopffer Almada, o Governo tem que sentar há mesma mesa e ouvir a posição dos trabalhadores, para conseguir tomar a decisão mais certa.

Porém, salienta que nenhum Executivo consegue resolver todos os problemas, mas assegura que devem saber ouvir as preocupações do povo para saber o que é passível de resolução.

Diante de tudo isso, a líder do PAICV defende que “estamos a viver num estado febril”, necessitando de antídotos, realçando, ainda, que o Governo tem que parar de fazer anúncios e propagandas para encarar a realidade.

WM

PUB

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top