PUB

Desporto

1ª Taça Africana de Teqball: Ekson e Rody conquistam bronze para Cabo Verde

Com apenas três dias de treinos, numa modalidade sobre a qual pouco sabiam, os jovens cabo-verdianos Ekson e Rody conquistaram a medalha de bronze para Cabo Verde na 1ª Taça Africana de Teqball, que decorreu no areal dos jogos africanos de Praia esta terça-feira,18.
Entre 14 equipas que disputavam a taça, Cabo Verde viu a sua bandeira erguer-se bem alto na terceira posição, enchendo de orgulho o público cabo-verdiano que lotou a arena para apoiar a dupla nacional.
Cabo Verde, que integrava o grupo C disputou as semi-finais com o Senegal, já depois das 17h da tarde, vencendo por 20 pontos, contra 14.
Num ambiente de muita festa, o jovem Ekson não encondeu a alegria ao conquistar para Cabo Verde uma medalha de bronze que soube a ouro.
“É um jogo que não costumamos jogar, mas demos o nosso máximo e estamos muito felizes com a medalha de bronze. Posso dizer que é um sonho para nós estar aqui. Foram apenas três dias de treino para compreender todas as regras do jogo, que são complicadas, mas mesmo assim conseguimos chegar ao terceiro lugar”, disse no final do jogo ao A NAÇÃO.
Antes esta dupla, residente no Sal, tinha enfrentado a Nigéria no primeiro jogo, mas as coisas não correram tão bem. “Estavamos nervosos, desconcentrados…mas em frente ao Senegal estavamos mais concentrados e jogamos muito bem”, desabafou Ekson.
Agora, a motivação é para continuar a praticar. “É um jogo muito sabe…mais jogos virão.”
A final foi depois então disputada entre os Camarões e a Nigéria, tendo a dupla camaronesa levado a melhor por 20-10.
A par da taça, decorreram sessões de demonstração com os craques  Simão Sabrosa, de Portugal, os internacionais cabo-verdianos Fernando “Nando” Maria Neves e Pedro Leitão Brito (Bubista) e Natalia Guitler, atleta da selecção brasileira de Teqball. Estava prevista a presença do conhecido Douglas Costa, do Brasil, mas segundo a organização o atleta teve um problema devido ao mão tempo em Lisboa e não conseguiu chegar a Cabo Verde.
A 1ªTaça Africana de Teqball foi organizada pela FITEQ – Federação Internacional de Teqball, que aproveitou os jogos africanos de praia para promover e fomentar a modalidade em África.
Teqball, o que é?
O Teqball é um desporto que mistura futebol com ténis de mesa. Em vez de raquetes usa-se o corpo para lançar a bola, que não é de ping-pong, mas sim de futebol.
A modalidade surgiu na Hungria em 2014 e tem conquistado diversos craques no mundo inteiro, contando já com campeonato mundial de Teqball.
Neymar, João Félix, Ronaldinho Gaúcho ou William Gallas, entre tantos outros, são alguns dos craques que se tornaram aficionados da modalidade.
Simão Sabrosa é um dos embaixadores da modalidade, que diz praticar há mais de cinco anos. De visita a Cabo Verde mostrou-se feliz por poder partilhar o jogo com as crianças e jovens e defendeu que este desporto é “muito bom” para a educação e formação pelas exigências ao nível do trabalho de equipa.
“A maior dificuldade de jogar Teqball na praia é correr na areia”, garantiu, afirmando ainda que é fã de Teqball seja em que piso for e que até pode jogar na água.
A taça do mundo de Teqball pertence actualmente a Montenegro e Brasil está no top 4, enquanto Portugal no top 8. Actualmente são cada vez mais os grandes  clubes de futebol que usam Teqball para treinar e desenvolver a parte técnica e física dos jogadores, incluindo equipas da França, Brasil e Portugal. Aliás João Félix, jogador do Benfica, tem por hábito jogar Teqball com as crianças e jovens na academia do Benfica.
Em reunião da ACNOA, no Sal, Teqball foi reconhecida como modalidade olímpica e irá incluir provavelmente o roll de modalidades oficiais dos próximos jogos africanos de Praia.
GC
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top