PUB

Mundo

Portugal: Ministério da Saúde estuda exclusividade de profissionais

O Ministério da Saúde já começou a estudar a opção pela dedicação exclusiva dos profissionais de Saúde ao Serviço Público (Serviço Nacional de Saúde – SNS), analisando impactos financeiros e quem poderá ser abrangido.

A ministra da Saúde, Marta Temido, adiantou a jornalistas que este trabalho “começou agora”, mas lembrou que a opção pela dedicação plena ao SNS já constava do Programa do actual Governo.

“Estamos a estudar de que forma uma opção pela dedicação plena se poderia materializar, em termos de impacto financeiro, de quem abranger”, afirmou Marta Temido – citada pela Lusa -, no final da sessão de apresentação do Relatório da Primavera’2019, do Observatório Português dos Sistemas de Saúde.

O trabalho foi agora iniciado e deverá estar concluído a tempo de o entregar ao próximo ministro da Saúde, para que se tomem decisões na próxima Legislatura.

A ministra Marta Temido tem manifestado, várias vezes, apoio a uma dedicação exclusiva, de modo opcional, dos profissionais de Saúde, adiantando que pode não ser uma opção apenas para a classe médica.

A análise que está a ser feita – segundo a ministra -, contempla, ainda, a parte remuneratória dos profissionais de Saúde, de forma a ser mais eficiente e estimuladora para os Recursos Humanos.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top