PUB

Sociedade

Cabo Verde beneficia de projecto de Modernização e Reforço da Cadeia de Identificação e Segurança Documental

Cabo Verde e Guiné-Bissau vão beneficiar de um projecto de Modernização e Reforço da Cadeia de Identificação e Segurança Documental.
O GESTDOC resulta da identificação de necessidades de investimento na segurança documental, incluindo na segurança dos sistemas de registo e de identificação civil num quadro de modernização administrativa e de governação digital em Cabo Verde e na Guiné Bissau.
A iniciativa é financiada pela União Europeia, através do Fundo Fiduciário de Emergência para África, que resulta de contribuições dos Estados Membros da UE incluindo Portugal.
O projeto está orçado em 5 milhões de Euros (cerca de 551 mil contos cabo- verdianos) e será então implementado  pelo instituto Camões em São Vicente, entre  2019-2022.
O objectivo passa por melhorar os níveis de segurança e da gestão das migrações em Cabo Verde e na Guiné-Bissau,
contribuindo para o respeito dos Direitos Humanos e para o combate ao tráfico de seres humanos a nível regional.
O projecto será gerido pelo Camões- Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. em São Vicente e a cerimónia de assinatura do Acordo acontece na próxima sexta-feira,19, em São Vicente.
O acordo será assinado pela Embaixadora da União Europeia em Cabo Verde, Sofia Moreira de Sousa, e o Vogal do Conselho Directivo do Camões- Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., João Neves.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top