PUB

Política

Vice-PM em Washington para as Reuniões Anuais das Instituições de Bretton Woods

O vice primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, esteve em Washington, onde participou nas reuniões anuais das instituições de Bretton Woods — Banco Mundial (BM) e Fundo Monetário Internacional (FMI), que decorreu de 14 a 20 de Outubro.

Conforme o site do Governo, durante o encontro o vice-PM reforçou as relações de cooperação com os parceiros de desenvolvimento de Cabo Verde, além de estabelecer contactos com várias instituições financeiras e empresas, visando apresentar as principais áreas estratégicas para investimentos no país.

À margem do evento, cuja edição deste ano aconteceu sob o lema “Construindo economias fortes e inclusivas e alcançando resultados bem-sucedidos nos países”, Olavo Correia “vem cumprindo uma intensa agenda de encontros, tendo se reunido com o diretor do FMI para a Região Africana, Abebe Selassie, e respetiva equipa técnica, onde se fez o ponto de situação da implementação do Instrumento de Coordenação de Políticas — PCI”.

A reunião, segundo a mesma fonte, serviu para se destacar a importância em se priorizar a implementação de programas de reforço de resiliências concernentes as mudanças climáticas e o reforço da capacitação dos recursos humanos em gestão macro e gestão da dívida-pública cabo-verdiana.

O Board do Fundo Monetário Internacional aprovou, em julho passado, esse importante instrumento de aceleração de crescimento económico de Cabo Verde. E o PCI é um reforço do FMI para países em processo de reformas estruturantes e com registo de sucesso. Sobretudo, para países que demonstram, confiança, segurança, previsibilidade e níveis de crescimento robustos. No mundo só existem quatro casos até agora: as Seicheles, a Sérvia, o Ruanda e agora, Cabo Verde.

Outra “importante” reunião que o titular da pasta das Finanças de Cabo Verde realizou, em Washington, foi com o Country Team do FMI, “onde se registaram discussões do quadro macroeconómico recente de Cabo Verde, e com o FMI a reafirmar o evidente cenário de melhoria da conjuntura económica do país e que as perspetivas são bastante positivas em termos de crescimento da economia de Cabo Verde, para os próximos anos”.

Outro meeting de destaque foi com o Diretor Departamento dos Assuntos Fiscais do FMI, Vitor Gaspar, tendo sido uma excelente oportunidade para um ponto situação dos projetos de consultoria e assistência técnica em curso e respetivos resultados a meio percurso, analise e decisão sobre propostas de projetos para a Gestão das Finanças Públicas e Estatísticas, entre outras.

Olavo Correia também reuniu-se também com o vice-presidente da IFC para o Oriente Médio e África, Sérgio Pimenta, um momento que serviu para reforçar o suporte técnico e financeiro ao sector privado cabo-verdiano.

As Reuniões Anuais do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI) reúnem governadores de bancos centrais, ministros das Finanças, parlamentares, executivos do sector privado, representantes de organizações da sociedade civil e académicos para discutir questões de interesse global, incluindo as perspetivas económicas mundiais, erradicação da pobreza, desenvolvimento económico.

Também são apresentados seminários, briefings regionais, conferências de imprensa e muitos outros eventos focados na economia global, no desenvolvimento internacional e no sistema financeiro mundial.

Nesta edição foram discutidas as soluções que podem desencadear um crescimento económico inclusivo, “porque a transparência da dívida é importante, quais são as soluções viáveis para enfrentar a crise da biodiversidade e quais são as ações necessárias para enfrentar o desafio da educação, especialmente o número de crianças que podem leu aos dez anos de idade”, aponta a organização do certame.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top