PUB

Desporto

Sal: Associações de futebol do Sal e de Ponta Delgada (Açores) querem fomentar a modalidade nas duas regiões

A Associação Regional de Futebol do Sal e a Associação de Futebol de Ponta Delgada dos Açores querem fomentar o desenvolvimento da modalidade nas duas regiões, com a assinatura de um protocolo de cooperação no sábado.

O documento, segundo a Inforpress, deverá ser rubricado entre o presidente da Associação Regional de Futebol do Sal (ARF-Sal), Albino Lopes, e o da Associação de Futebol de Ponta Delgada (AFPD), Robert da Câmara, no âmbito do primeiro fórum subordinado ao tema “Continuar o Desenvolvimento do Futebol no Sal”, que decorrerá entre sábado (20) e domingo (21), num dos hotéis de Santa Maria, em parceria com a Federação Cabo-verdiana de Futebol.

Em declarações à imprensa, após uma visita de cortesia dos representantes de Ponta Delgada ao presidente da câmara, Júlio Lopes, o anfitrião do evento, Albino Lopes, falando da importância desse protocolo, destacou o facto de permitir intercâmbio e troca de experiências, de modo a fazer com que o produto desta “geminação” chegue às populações.

“Nós todos vamos sair a ganhar com a assinatura desse protocolo. Permitirá intercâmbio e troca de experiência para desenvolvimento futuro, quer no apoio técnico ou a nível de formações, possibilitando os nossos jovens atletas continuarem os estudos nas escolas profissionais em Ponta Delgada, e daí desenvolver a sua potencialidade a nível futebolístico”, almejou.

Segundo Albino Lopes, o retorno desta cooperação é o Sal, Cabo Verde, vir a ter jovens futebolistas qualificados, profissionais “aptos” para ingressar nos “Tubarões Azuis”, nome por que é conhecida a selecção nacional de futebol.

Por seu lado, o presidente da AFPD, Robert da Câmara, disse que esta cooperação visa estreitar relações na procura de soluções para promover o futebol, essencialmente de formação.

“Procuramos aprender, nos dois sentidos.  Julgamos que vamos aprender muito com a associação de futebol da ilha do Sal, e também com as nossas experiências, acho que o sentido contrário será verdade. Portanto, esse diálogo formalizado por via do protocolo é um meio para através da partilha encontrarmos soluções para a nossa missão comum”, manifestou.

Da Câmara explicou que este protocolo vai passar por acções de formação quer a nível de atletas, treinador, e outros agentes desportivos praticantes e não praticantes, também muito pelo intercâmbio, anunciando, desde logo, que no mês de Setembro próximo vai chegar ao Sal uma selecção de formação da associação açoriana.

No fórum “Continuar o Desenvolvimento do Futebol no Sal”, promovido pela ARF –Sal, estarão seis painéis em debate, nomeadamente “Importância do futebol de formação, masculino/feminino no crescimento do futebol regional”, “Organização do secretariado nos clubes e gestão financeira dos clubes” e “Direcção técnica dos clubes”.

“Visão empresarial/sustentabilidade dos clubes”; Elaboração de projectos e marketing desportivo”, e “licenciamento dos clubes”, são outras matérias em análise durante os dois dias de trabalho.

A NAÇÃO c/ Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top