PUB

Economia

Porto Novo: Peixeiras ansiosas por deixarem as ruas

As peixeiras da cidade do Porto Novo, em Santo Antão, estão expectantes para deixar as ruas. Isto deverá acontecer dentro de dois meses, data em que o mercado de peixe da cidade ficará pronto, segundo informações da autarquia local.

As peixeiras, até então, exercem a sua actividade nas ruas.  Apesar de muitas até preferirem vender nas ruas, ou de porta em porta, já que o rendimento tende a ser maior, outras ambicionam deixar as ruas.

A classe, segundo a peixeira Filomena Silva, citada pela Inforpress, está desejosa de sair das ruas e espera que o mercado fique pronto dentro do prazo previsto, ou seja, dois meses.

A autarquia acredita que o mercado de peixe, já em fase adiantada de construção, vai “criar valor à cadeia da pesca” no município, com impacto na actividade das peixeiras, que estão nas ruas.

Conforme avança Valter Silva, vereador do pelouro do desenvolvimento económico, as vendedeiras vão passar a dispor de um espaço “adequado” para a comercialização do pescado, “com mais higiene e segurança sanitária”.

Co-financiado, em 17 mil contos, pelo Governo de Cabo Verde e pela Cooperação Luxemburguesa, através do Fundo de Descentralização, o mercado de peixe do Porto Novo  vai dispor de 27 bancas, além de equipamentos de frio.

Cerca de 300 famílias vivem da pesca, em todo o município de Porto Novo.

C/Inforpress 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top