PUB

Santiago

Luna, um talento da Morna que sonha ser arquiteta

Luna Cruz é uma talentosa menina de 10 anos residente na Cidade da Praia. Apesar da pouca idade, Luna já é uma “artista completa” que se inspira na morna.

Luna contou ao A NAÇÃO que teve contacto com a morna desde muito cedo por causa da sua mãe que cantava e sempre a incentivava ouvir e assim foi criando laços com esse estilo musical.

“Eu gosto muito da morna porque é um estilo que encontrei em casa, e é em casa que tive o meu primeiro contacto. A minha mãe canta muita morna, ela fazia todas tarefas em casa cantando morna, então comecei a ouvir e a fixar as músicas que eu mais gostava e comecei a cantar”, recorda Luna.

Esta jovem lembra que começou a cantar aos seis anos e entrou para a escola de música Pentagrama aos oito anos, onde está até então.

“Nesse tempo que já passei na escola aprendi muita coisa e tive algumas evoluções. Posso dizer que comecei a soltar cada vez mais a minha voz e comecei a sentir mais à vontade no palco”, narra.

Dona de um talento inacto, Luna toca viola e canta, no entanto, não quer parar por aí. Cruz quer ainda aprender a tocar piano e sonha em criar uma carreia artístico de sucesso.

“No futuro eu me vejo como uma artística que canta e toca vários instrumentos, porque é o meu sonho em fazer uma turné”.

Luna já se apresentou em vários palcos e diz sentir-se bem com o público, principalmente quando canta morna e alega ter como referência dois cantores cabo-verdianos.

“Inspiro-me muito no Ildo Lobo e Mayra Andrade, porque gosto muito da maneira deles de cantar e de interpretar as músicas. E a minha morna preferida é Mãe Querida de Ildo Lobo”, afirma.

Com um longo caminho pela frente, além de artista Luna Cruz deseja ser uma grande arquiteta.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top