PUB

Mundo

Israel: Oposição cria Coligação para tirar PM do cargo

Aliança entre partidos ainda precisa de aprovação do Parlamento. O Primeiro-Ministro (PM), Benjamin Netanyahu, está há 12 anos no Poder.

A corrida de Benjamin Netanyahu como o PM israelita mais antigo – escreve   cnnbrasil.com.br – pode estar chegando ao fim. Naftali Bennett, líder do pequeno Partido de Direita, Yamina, anunciou, domingo, 30, que está trabalhando em prol de um Acordo de Coligação com Yair Lapid, líder do Partido Centrista, Yesh Atid, para ingressar num novo Governo para Israel.

O facto torna-se “evento sísmico” na Política israelita, e, se a Coligação tomar posse, encerrará os 12 anos de Netanyahu, como PM de Israel.

Num discurso exibido na TV, no domingo, Bennett disse aos israelitas que está se juntando ao novo Governo, para evitar uma quinta Eleição e “resgatar o País dessa rotação”, referindo-se às quatro últimas Eleições que não tiveram resultado. “Depois de quatro Eleições e mais dois meses, foi provado a todos nós que, simplesmente, não há Governo de Direita possível, liderado por Netanyahu. É uma quinta Eleição ou um Governo de Unidade”, disse Bennett.

Ele rejeitou as sugestões de que a Coligação, que incluiria uma ampla faixa de partidos, seria um Governo de Esquerda, em vez de homenagear a prontidão de potenciais parceiros da Coligação em permitir que ele se tornasse o líder de Israel.

Pouco depois de Bennett falar aos israelitas, Netanyahu também fez uma declaração, na qual denunciou o líder do Partido Yamina como um homem que não se importava com nada, além de se tornar PM.

Netanyahu lembrou, ainda, que, antes da Eleição de Março, Bennett havia dito que não se sentaria num Governo liderado por Lapid. Sustentou, ainda, que os princípios de seu rival de Direita “não têm o peso de uma pena, rematando que Bennett estava tentando aplicar o “engano do Século”. 

Lapid, agora, precisa assinar acordos formais da Coligação, com todos os partidos, antes de anunciar, de facto, sua Iniciativa, primeiro ao Presidente de Israel, e, depois, ao Presidente do Knesset (Parlamento).

A partir disso, o Knesset tem uma semana para votar os acordos de Coligação, antes que o novo Governo e um novo PM israelita possam tomar posse.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top