PUB

Covid-19

Santa Catarina: Mulher com duas doses de vacina morre e familiares acusam hospital de negligência

Familiares de uma mulher, de 55 anos, da zona de Boa Entrada, no concelho de Santa Catarina, que faleceu, alegadamente, vítima da Covid-19, acusam o Hospital Santa Rita Vieira, em Assomada, de negligência médica. A senhora já tinha tomado as duas doses da vacina. O hospital refuta, retratando um quadro clínico complicado devido à covid.

Segundo os familiares, no atestado de óbito a causa da morte acusava covid-19, resultado que não os convence, porque, como alegam a falecida deu entrada no hospital sem nenhum sintoma da doença, e já havia tomado as duas doses da vacina.

A irmã da vítima conta que tudo aconteceu no passado sábado, 11, quando a falecida, Ângela Ferreira, sentiu-se mal e foi levada para o Hospital Santa Rita Vieira, por volta das 09h00.

Essa fonte avança ainda que logo de seguida, volta das 13h, por ordem médica, ela teve de ser isolada num quarto particular, mas sem nenhuma informação aos familiares.

Hospital esclarece  
Por seu turno, a responsável do hospital adianta que a paciente deu entrada nos serviços de urgência, no Hospital Regional de Santiago Norte, no dia 11 de Setembro às 09h30 com quadro de dor no peito, mal estar, apresentando-se com dificuldades respiratórias e alterações nos exames pulmonares, o que levou ao seu isolamento logo que se fez o exame de despiste para a Covid-19, que testou positivo.

Conforme a mesma fonte além da insuficiência respiratória, a falecida também apresentou insuficiência renal grave nos dois exames realizados, e que, em todo o momento, os familiares foram informados sobre o estado da paciente.

C/RCV

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top