PUB

Santiago

ADEVIC quer abrir consultas de outras especialidades para os invisuais

O presidente da Associação de Deficientes Visuais de Cabo Verde (ADEVIC) revela que a associação ambiciona oferecer consultas de outras especialidades aos invisuais como forma de os ajudar nas suas despesas.

Marciano Monteiro diz que a iniciativa irá abranger as pessoas, sobretudo, com dificiência visual, e grandes limitações.

“As consultas de especialidades, às vezes, são feitas nas clínicas privadas e os recursos são escassos e a pessoa não consegue custear as suas despesas. Portanto, a nossa intenção é trabalhar mais fortemente para conseguir parcerias, para que possamos ter outras especialidades aqui e também consultas de clínica geral”, perspetiva.

O responsável nota, ainda, que o consultório tem enfrentado, essencialmente, carência de recursos humanos e de meios materiais, que vão ser solucionadas, em parte, com a oferta de equipamentos de uma associação espanhola.

“Vai trazer uma grande mais valia porque é um equipamento que nós ainda não tinhamos aqui, então vai reforçar a nossa capacidade de resposta em relação às consultas de oftamologia que prestamos. Neste momento, temos uma grande carência praticamente em termos de técnicos e especialistas, a demanda é muita e não conseguimos dar resposta a tudo”, lamenta.

Dificuldades no regresso às aulas

A ADEVIC está a ultimar o arranque do novo ano letivo, já na próxima segunda feira, 27, e o presidente da associação antevê um regresso às aulas com complicações acrescidas, sobretudo, devido à escassez de material didático adaptado aos invisuais.

Marciano Monteiro apela à solidariedade de todos, no sentido de apoiarem a escola ADEVIC e garantir uma educação acessível, e de qualidade, aos cerca de 30 alunos invisuais matriculados para o presente ano letivo.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top