PUB

São Vicente

Morre ativista cultural Hernani Moreira vítima de Covid-19

O ativista cultural e referência da moda, em Cabo Verde, Hernani Moreira, de 60 anos, morreu hoje,03, em São Vicente, vítima de Covid-19. Dinamizador da cultura, o ativista deixou um legado na moda em Cabo Verde.

Fundador da agência de moda “Ilhéu Fashion”, que promovia eventos ligados à moda, Hernani Moreira contribuiu para o desenvolvimento de um “mercado” da moda em Cabo Verde.

Dos eventos realizados pela “Ilhéu Fashion”, destaca-se o Cabo Verde Fashion Week, que contou com a participação de modelos de São Vicente, da Praia, do Sal, da Boa Vista e de outras ilhas, além de desfiles de moda com estilistas nacionais e internacionais como são os casos de Vanessa Monteiro, Mirte Graça, Cinzo Gamboa, Zanny Moreno, Mozzer Lima, Maria de Lourdes e, ainda, estilistas de Portugal e de Angola.

Hernani Moreira abriu portas para que modelos e estilistas cabo-verdianos realizassem o sonho de triunfar na moda.

As cidades de Mindelo e Praia foram as grandes capitais da moda e dos eventos promovidos pelo ativista, que deixa um “onda de saúde” aos colegas e amigos do setor cultural.

Em Junho, o activista celebrou os seus 60 anos de vida com a entrega de 20 bengalas brancas a deficientes visuais, num acto que contou com a parceria da Associação de Deficientes Visuais (Adevic).

Apesar de ter sido uma das vítimas da pandemia da covid-19, alguns amigos esperam homenagear Hernani Moreira no funeral.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top