PUB

Gilson Alves

Presidenciais: A juventude paulense precisa de mais atenção  – Gilson Alves

O candidato a Presidente da República Gilson Alves, esteve, neste sábado, 2, no município do Paul, em, Santo Antão, onde considerou que a juventude local precisa de mais emprego e espaços de ocupação dos tempos livres e de prática desportiva.

Gilson Alves começou por dizer que o Paul é o único município do país sem um campo de futebol com relva sintética, coisa que, segundo o candidato, já foi “prometido há muito tempo”.

“É o único concelho de Cabo Verde, que eu saiba, que não tem campo relvado, inventaram um projeto com um paredão para fazer um estádio, mas este não tem nexo nenhum”, disse Gilson Alves, lembrando que o concelho tem “grandes potencialidades” no futebol e de onde saíram “grandes nomes para o futebol nacional”, mas, agora os “jovens estão desesperados, sem emprego e sem divertimento”.

Desamparo dos que trabalharam “duro”

A terceira idade é outras das preocupações deste candidato presidencial independente que alertou para o desamparo dos “cabo-verdianos puros, que trabalharam duro” e agora vêem-se obrigados a se preocupar “como jovens de 20 anos”, até para ter “uns vinte escudos para comprar uma bolacha para dar ao filho, que está sentado ao pé da estrada, sem trabalho”.

“Um velho de 80 anos? A nossa terra está muito mal”, afiançou o candidato, adiantando ter encontrado um idoso com “vários problemas de saúde”, o que o levou a pensar até em “meter a mão no bolso para o ajudar”.

Porque, como defende, quem de direito, não faz nada.

“As câmaras não fazem nada, Governo não faz nada e o Presidente não quer saber e não tem poder de fazer nada. As pessoas estão aqui abandonadas, completamente abandonadas”, denunciou.

4º dia em Porto Novo

Neste domingo, 3, Gilson Alves continua com as suas atividades de campanha, desta vez, no concelho do Porto Novo, onde nasceu e onde é, também, terra dos pais e dos avós. O candidato aproveitará, a título pessoal, o momento para visitar as campas destes seus antepassados.

Recorde-se que estas são as sétimas eleições presidenciais de Cabo Verde, desde 1991, ano em que pela primeira vez a escolha do PR passou a ser feita pelo voto direto, universal e pluralista.

A eleição para o Presidente da República que irá suceder a Jorge Carlos Fonseca, no cargo, acontece no próximo dia 17 de outubro e concorrem sete candidatos: Fernando Rocha Delgado, Gilson Alves, José Maria Neves, Carlos Alberto Veiga, Hélio Sanches, Casimiro de Pina e Joaquim Monteiro.

C/Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top